Nas Bancas

Rita Salema de férias com a filha, Francisca: "Sou muito protectora"

Discreta em relação à sua vida pessoal, Rita prefere não revelar se está apaixonada. Depois de se ter separado de Almeno Gonçalves, pai da sua filha, a actriz nunca mais viveu com um namorado.

Melissa Tavanez
26 de julho de 2009, 14:38

Rita Salema, de 42 anos, e a filha, Francisca, de 16, fruto da sua relação com Almeno Gonçalves, falam como se fossem duas amigas. Entre elas, as conversas surgem naturalmente, bem como os momentos de ternura. Cúmplices em todas as horas, Francisca foi o grande apoio da actriz quando esta perdeu dois irmãos, há cerca de três anos. Apesar de falar de uma "dor interminável", Rita aprendeu muito com esta experiência, que a ensinou a valorizar os momentos preciosos que passa em família.Foi sobre uma vida de afectos que a CARAS falou com a Mariana da novela Sentimentos, durante as férias da actriz no Algarve.

- Como tem sido vestir a pele de uma loira?
Rita Salema - Estou loira por motivos profissionais e foi das vezes que mais me custou mudar o visual. Quando me vi loira, só pensei: que susto! [risos] Mas mudarmos radicalmente de visual ajuda-nos imenso a entrar na personagem.

- Está a gostar de interpretar esta personagem?
- Sim. Em algumas coisas identifico-me com ela. Em todos os papéis que tenho vamos sempre, inconsciente, buscar emoções à nossa vida. Mas desta vez fui buscar intencionalmente, porque também vivi coisas complicadas, como a perda de pessoas que amei. Perder uma pessoa que amamos muito é uma dor interminável. Só acaba quando também nos formos embora.

Rita Salema com a filha, Francisca
Rita Salema com a filha, Francisca
Catarina Larcher

- Acredito que esta experiência tenha mudado a forma como encara a vida...
- Mudei sobretudo a forma como me relaciono com a minha família. Vivo com a minha filha e com a minha mãe e tento estar o máximo de tempo com elas e com o meu irmão Pedro. A família é o meu maior bem e tenho uma sorte imensa em ter uma filha fabulosa como a Francisca.

- Separou-se do pai da Francisca praticamente quando ela nasceu. Não acha que sempre viveu demasiado para ela?
- Acho que não. Venho de uma família cheia de rapazes e sou a irmã mais velha. Acabei por ser uma segunda mãe para os meus irmãos. Sempre gostei de tomar conta deles, e com a minha filha é igual. Sou uma mãe muito protectora, mas de toda a gente de que gosto.

- E deixa que alguém tome conta de si?
- Não sei se preciso que alguém tome conta de mim. Sempre tive tendência para namorados mais velhos... Mas também acabo por tomar conta deles. Quase não deixo que tomem conta de mim e provavelmente sofro com isso. Gostava que tomassem conta de mim, mas sou eu que não deixo. Tenho alguma dificuldade em ter uma relação de 24 horas por dia. Acho que a única que tive foi com o Almeno, porque era miúda e foi a minha primeira relação.

Rita Salema com a filha, Francisca
Rita Salema com a filha, Francisca
Catarina Larcher

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras