Nas Bancas

Marisa Cruz a dias de ser mãe: "O parto está programado para o início de Agosto e estou ansiosa por conhecer o bebé"

A apresentadora realça que o marido, João Pinto, além de um pai atento e muito presente, faz questão de acompanhar a gravidez bem de perto.

Melissa Tavanez
25 de julho de 2009, 14:48

Faltam cerca de duas semanas para que a família de João Pinto e Marisa Cruz volte a crescer. Três anos depois do nascimento do primeiro filho em comum, João, os dois vão ter outro rapaz. Será o quarto filho do ex-futebolista, que do primeiro casamento tem Tiago e Diana. O nome do bebé está escolhido, mas só será revelado depois do nascimento.

- Está tudo preparado para a chegada do bebé?
Marisa Cruz - Quase tudo. O parto está programado para o princípio de Agosto, e até agora tem corrido tudo muito bem. Não sei se é por ser outro rapaz, mas esta gravidez tem sido muito semelhante à primeira. Tive que parar agora com as viagens, porque o médico não as aconselha. De resto, faço a minha vida normal, com algumas limitações.

- Sente-se ansiosa?
- Sinto-me ansiosa acima de tudo por conhecê-lo, para ver se desta vez é mais parecido comigo do que com o pai. [risos]

- Esta fase da gravidez é a mais complicada...
- É, porque parece que o tempo não passa. Mas como estamos com obras em casa, pode passar devagarinho para que esteja tudo pronto e o bebé tenha um início de vida tranquilo. De resto, temos andado a escolher as roupinhas e os carrinhos, enfim, está quase tudo.

- Sente que tudo será mais fácil por ser a segunda vez?
- É engraçado, porque da primeira gravidez para esta esqueci quase tudo, confesso. Tive de recorrer à ajuda da agenda de grávida que comprei para o João.

- Parece mais tranquila...
- Sim, estou. Deixei os preparativos mais para o fim e, sim, estou bem mais tranquila desta vez, apesar de ter engordado mais dois quilos. [risos] Acho que ganhei peso logo no início da gravidez, que ainda por cima coincidiu com a altura do Natal. Mas tenho tido a ajuda do meu marido para controlar o peso e mantenho-me disciplinada.

- Tem feito alguma preparação pré-parto?
- Não, nem exercício, nem qualquer tipo de preparação. O João nasceu de cesariana, mas desta vez poderá ser parto normal, caso estejam reunidas todas as condições.

A apresentadora
A apresentadora
Mike Sergeant
- Portanto, não marcou um dia para o nascimento.
-
Não, nem o médico sabe quando ou como vai ser. Só na última consulta iremos pensar nisso.


- E como tem reagido o João à gravidez?
- Ele é e sempre foi um pai muito atento e preocupado. Tenta acompanhar-me o máximo possível, e só falhou as consultas quando não pôde mesmo ir, porque tem tido muito trabalho. Apoia-me bastante.

- E o seu filho?
- O João está superansioso, sempre a perguntar quando nasce o mano. Está muito contente e a contar os dias.

- Como tem sido o crescimento dele?
- Fantástico. Está muito reguila e sempre bem-disposto.

- Em termos de personalidade, já se notará se se parece mais com o pai ou com a mãe...
- Acho que o João tem uma personalidade muito própria, não sai ao pai nem à mãe.

- Já teve oportunidade de dar os parabéns ao Tiago e à Bárbara após o casamento?
- Claro que sim. Dei os parabéns e desejei muita sorte, tanto antes como depois do casamento. Era um dia por que eles ansiavam muito e acho que correu muito bem. Fico muito feliz por eles.

- Imagina-se a dar-lhes conselhos quando eles forem pais?
- A Bárbara tem a mãe dela, que é a pessoa indicada para lhe dar os conselhos. Eu sou amiga, claro que estarei sempre disponível para o que ela precisar.

- Acha que a sua vida vai mudar muito com outro filho?
- Se calhar vou emagrecer mais depressa. [risos] Dois rapazes vai ser difícil, ou talvez brinquem mais um com o outro...

- A maternidade tem-se sobreposto à sua carreira...
- É verdade. Claro que ter filhos influenciou a minha carreira e limitou-me um pouco mais, pois eles são sempre a prioridade. A verdade é que eu acho que nasci mesmo para ser mãe. Adoro estar grávida e adoro ser mãe e vou adorar sê-lo pela segunda vez.

- E quem sabe uma terceira...
- Não, não, vou ficar por aqui. Queria um casal, veio um rapaz, fica assim.

- Mas podia continuar a tentar até ter uma menina...
- Não. [risos] O João tem quatro filhos, já chega.

Relacionados

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras