Nas Bancas

Decisão da custódia dos filhos de Michael Jackson adiada

A sessão deveria ter lugar já na próxima segunda-feira, dia 13, mas foi definida nova data, dia 20 de Julho

Andreia Guerreiro
11 de julho de 2009, 14:10

No seu testamento, datado de Julho de 2002, Michael Jackson deixou bem explícito que queria que fosse a sua mãe, Katherine Jackson, a tomar conta dos seus três filhos - Prince Michael I, Paris Katherine e Prince Michael II - caso ele deixasse de poder fazê-lo. Além disso, o músico acrescentou que se a sua mãe morresse primeiro que ele, gostaria que fosse a sua amiga de longa data, Diana Ross, a zelar pelos interesses das crianças.

Paris Katherine, Prince Michael I e Prince Michael II, na cerimónia de homenagem ao pai
Paris Katherine, Prince Michael I e Prince Michael II, na cerimónia de homenagem ao pai
Reuters
Mas mesmo assim este é um dos maiores problemas que surgiram com a morte do 'Rei da Pop', uma vez que a mãe dos filhos mais velhos do cantor,
Debbie Rowe
, que na altura da separação abdicou dos seus direitos parentais, poderá agora querer recuperar a custódia dos meninos por enquanto a cargo de Katherine. Ainda não existe confirmação oficial de que Rowe tenha apresentado um pedido na justiça, até porque o seu advogado garante:
"A verdade é que Debbie ainda não tomou uma decisão definitiva quanto ao pedido de custódia"
.


Contudo, a sessão que estava marcada para a próxima segunda-feira, dia 13, a fim de decidir quem terá as crianças a cargo foi agora adiada e só se realizará a 20 de Julho.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras