Nas Bancas

Autópsia a Michael Jackson revela-se inconclusiva

Terão de ser feitos mais exames para se conhecer a causa da morte do cantor

Melissa Tavanez
26 de junho de 2009, 23:57

A autópsia ao corpo de Michael Jackson já foi concluída, mas terão de ser feitos mais exames, incluindo testes toxicológicos, para apurar a causa da morte do cantor. De acordo com o responsável pela investigação da morte do 'Rei da pop', o corpo do cantor não tinha hematomas mas serão necessárias mais quatro a seis semanas para se ficar a conhecer a origem da paragem cardíaca que levou à morte do cantor ontem.
Entretanto foi divulgada a chamada de emergência feita para o 112, já quando Michael Jackson estava inconsciente e sem respirar em casa. Nessa altura o cantor estaria acompanhado do seu médico privado, Conrad Murray, que é procurado pela polícia para ser interrogado.

Oiça a chamada de emergência:

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras