Nas Bancas

David Carradine

David Carradine

Reuters

David Carradine não se suicidou

Uma segunda autópsia revelou que não foi o actor a planear a sua própria morte, mas as verdadeiras causas do falecimento ainda não foram apuradas

Andreia Guerreiro
12 de junho de 2009, 15:59

Quando no passado dia 3 de Junho David Carradine, de 72 anos, foi encontrado morto num quarto de hotel de Banguecoque, na Tailândia, a primeira hipótese avançada pelas autoridades era o suicídio. Mas depois dos familiares do actor terem pedido ao FBI para investigar o caso e de ter sido feita uma segunda autópsia ao corpo ficou confirmado que não foi Carradine a pôr termo à sua própria vida, segundo adianta a agência noticiosa Associated Press.

"Para determinar as causas e a forma como morreu, temos de esperar para ter mais informações das autoridades tailandesas como os indícios encontrados no local do crime, as análises laboratoriais e toxicológicas que ainda estão a ser efectuadas. A autópsia é apenas uma parte da investigação", afirmou o especialista forense Michael Baden, contratado pela família da estrela da série televisiva Kung Fu, adiantando ainda que são esperados desenvolvimentos do caso nas próximas duas semanas.

Os familiares do artista ainda estão em estado de choque com o sucedido e pedem que seja respeitada a privacidade de todos os que lhe eram mais próximos. "Até termos todos os resultados da investigação pedimos respeitosamente para que nos deixem fazer o luto do nosso querido irmão, marido, pai, avô e bisavô para que ele permaneça em paz e seja recordado com dignidade. Quando a investigação estiver encerrada e forem tiradas as devidas conclusões sobre o sucedido, divulgaremos essas informações", informou Robert Carradine, irmão do actor.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras