Nas Bancas

Monte da CARAS acolhe um convívio animado

Pais e filhos desfrutam do equilíbrio entre o campo e a praia em plena Costa Vicentina

Melissa Tavanez
11 de maio de 2009, 10:47

A convite da CARAS, três casais conhecidos passaram dois dias únicos no Monte Velho Nature Resort, na Carrapateira. Fugir do ritmo frenético da cidade e usufruir do ambiente do campo tornou-se o programa ideal para Bibá Pitta e Fernando Gouveia, Susana e António Lacerda Nobre, Pedro Reis e Maria Duarte. Contudo, esta não foi uma escapadela romântica, mas em família. Assim, Bibá e Susana levaram os filhos, que puderam desfrutar em pleno da vida campestre.
Henrique e Vera Balsemão foram os anfitriões deste fim-de-semana. Há já vários anos que o filho de Francisco Pinto Balsemão trocou a cidade pela vida pacata na costa vicentina e até hoje não sente falta do ambiente urbano. Situado numa zona onde o campo e a praia se conjugam em perfeita harmonia, o Monte Velho é um destino muito procurado por quem deseja usufruir desta tranquilidade singular. "Aqui queremos que as pessoas estejam mais consigo próprias e se livrem de preconceitos como a televisão e a piscina. Que vivam a natureza sem subterfúgios", explicou Henrique.
Contudo, esta serenidade não é sinónimo de ausência de actividades e este fim-de-semana foi um exemplo disso. Entre os passeios a cavalo, as aulas de surfe, as massagens e as refeições, onde desfilaram delícias gastronómicas da região, os convidados estiveram sempre entretidos, mas sem a pressão das horas a passar.
O programa começou cedo. Depois de uma noite bem dormida, as três famílias partiram para a praia do Amado, onde puderam descobrir os prazeres do surfe. Depois de ouvirem o instrutor, adultos e crianças puseram-se em cima das pranchas e fizeram-se às ondas. Entre algumas quedas e muitas gargalhadas, a diversão foi constante. Susana Lacerda Nobre e as filhas, Matilde e Madalena, foram das mais entusiastas do grupo. Aliás, esta actividade partilhada com as filhas foi dos momentos do fim-de-semana de que Susana mais gostou: "Adorei o surfe. Foi a terceira vez que fiz, mas o giro foi poder praticar em conjunto com as minhas filhas, que adoraram. Estavam mesmo felizes. Somos uma família muito desportiva. Já contava com muita simpatia, porque a CARAS é especial." Quem também se divertiu especialmente durante as aulas de surfe foi Pedro Reis. Apesar de não ser um grande apreciador do campo, o empresário rendeu-se às particularidades deste monte: "Não somos muito de estar em casa. E felizmente há muitas destas actividades que aproveitamos ao máximo. Eu não gosto tanto de campo como a Maria, prefiro a praia. E este sítio é fantástico. Há muitos anos que venho para a Carrapateira, porque tem o cheiro do campo e é perto da praia." Com as energias gastas, os convidados restabeleceram forças com um piquenique. Num espaço decorado em estilo marroquino, o grupo pôde desfrutar de uma paisagem única que tinha como horizonte o encontro do céu com o verde da vegetação e o azul do mar. Entre as sanduíches originais e os brigadeiros apetitosos, confeccionados por Diana Cravinho, irmã da anfitriã, as conversas surgiam naturalmente entre os convidados.
E a unidade e empatia que surgiram entre todos foram dos aspectos mais destacados pelos presentes, como referiu Bibá Pitta: "Acho que a ideia de ser um grupo mais pequeno funcionou muito bem, pois torna-se mais engraçado. Desta forma, não houve grupos à parte e fomos sempre muito coesos. Foi um fim-de-semana fantástico. Ir a convite da CARAS para qualquer lado é o mesmo que ir em família."
Depois de um merecido descanso, o grupo juntou-se novamente para um jantar confeccionado pelo chef José Pinheiro, do restaurante a Eira do Mel, em Vila do Bispo. A cataplana de polvo com batata-doce de Aljezur aromatizada com orégãos e coentros convenceu todos os convidados, que não se cansaram de elogiar a refeição, rematada por sorvete de medronho com queijo de figo e coulis de morangos. No final do jantar, as conversas prolongaram-se, e só o cansaço de um dia cheio obrigou às despedidas. Na manhã seguinte, cavalos e burros mereceram a atenção do grupo, em especial de Maria Duarte: "Fiz equitação quando era nova. Estes cheiros, os animais, o estábulo... Fazem-me recordar imenso a minha infância."
Quando o fim-de-semana chegou ao fim, coube ao anfitrião, Henrique Balsemão, fazer um balanço: "Correu muito bem. Foi muito fácil ser anfitrião deste grupo, pois são todos muito descontraídos."

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras