Nas Bancas

Beyoncé

Beyoncé

Getty

Beyoncé: "Na vida real sou uma pessoa muito diferente da que sobe ao palco"

A cantora diz ter criado uma 'personagem' para vencer a timidez

Melissa Tavanez
9 de maio de 2009, 19:18

Tinha sete anos quando um professor de balé reparou no seu talento e decidiu inscrevê-la em concursos de talentos. Quando foi eliminada de um deles, o pai, Matthew Knowles, decidiu largar o seu razoavelmente bem remunerado emprego como vendedor da Xerox para apoiar a carreira da filha, que, à época, não passava de um sonho de criança. Construiu um palco nas traseiras da casa de família, convidou três das suas amigas para formarem um grupo e, quatro anos depois, tornava-se agente de um grupo que já tinha vendido 33 milhões de álbuns, as Destiny's Child.
Hoje, Beyoncé Knowles é uma das artistas mais bem pagas do mundo. Já ganhou dez Grammys, três com o grupo e sete já depois de se ter lançado numa carreira a solo, há seis anos, tendo-se transformado, entretanto, num sex symbol. Um rótulo que a própria faz questão de desmistificar. "Na vida real sou uma pessoa muito diferente da que sou em palco. Ninguém sabe realmente quem eu sou, pois apareço sempre produzida, com uma imagem sexy, glamourosa, com ar de diva... Mas gosto de andar descalça, não gosto de arranjar o cabelo, por exemplo." Aliás, a cantora já explicou por diversas vezes que, para conseguir enfrentar o público e subir aos palcos, acabou por desenvolver um alter ego chamado Sasha, de forma a conseguir superar a sua timidez. Não é por acaso que o seu último álbum está dividido em dois CD: um com músicas mais intimistas, intitulado I Am, e o outro com temas mais ritmados, ao qual chamou Sasha Fierce.
Aos 27 anos, a cantora também representa, seja em filmes - como as Dreamgirls, uma história inspirada nas Supremes -, peças de teatro ou musicais. Aliás, notícias recentes dão conta da intenção de Beyoncé de deixar de gravar filmes para se concentrar apenas em musicais da Broadway, onde pode reunir os seus vários talentos: cantar, dançar e representar.
Casada há um ano com Shawn Corey Carte, de 39 anos, mais conhecido como o rapper Jay-Z, a cantora, natural de Houston, diz que nunca sofreu com o fim de relações amorosas: "Felizmente nunca tive desgostos amorosos, pois esta é a minha primeira relação. Estivemos juntos durante muito tempo antes de nos casarmos, pois não tínhamos pressa em fazê-lo. Sempre fui muito reservada em relação à minha vida privada, por isso não quero falar sobre esse assunto. A única coisa que posso dizer é que sou muito, muito feliz." Os dois cantores iniciaram o seu romance em Setembro de 2002 depois de terem trabalhado juntos nos videoclips dela Crazy in Love e Déjà Vu, e já foram considerados o casal mais bem pago de Hollywood.
Católica, Beyoncé admite na sua autobiografia: "Não é fácil viver a nossa vida correctamente com Deus o tempo todo, sobretudo na indústria da música. Há muitas tentações."

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras