Nas Bancas

Adelaide de Sousa

Adelaide de Sousa

Mário Galiano

Grávida de seis meses, Adelaide de Sousa admite: "Tem sido difícil resistir aos bolos"

A actriz e apresentadora esteve no lançamento da nova campanha da Laço contra o cancro da mama, no Lollipop, em Lisboa, onde nos contou como se sente aos seis meses de gravidez

Melissa Tavanez
30 de abril de 2009, 15:39

A Adelaide de Sousa e Tracy Richardson já sabem que vão ter um menino, mas ainda não escolheram o nome. "Os nomes ainda estão a ser debatidos. Há um de que nós gostamos muito, mas não sabemos se será possível registá-lo, por ser estrangeiro. Ainda estamos a decidir...", explicou a apresentadora e actriz à CARAS, no lançamento da nova campanha da Laço contra o cancro da mama, no Lollipop, onde 'exibiu', orgulhosa, a sua barriga de seis meses.
Adelaide adiantou que está a viver tranquilamente a experiência de ser mãe pela primeira vez aos 40 anos e revelou que agora o seu 'problema' são os quilos que já começou a ganhar por não conseguir resistir, por exemplo, a bolos: "Esta parte da gravidez é que está a começar a pesar um bocado, já tenho mais uns quilos do que tinha... já engordei seis quilos. Não estava habituada a ter muito apetite e entre o quinto e o sexto mês foi muito difícil resistir. E não resisti mesmo, comi muito mais açúcar, bolos."
A futura mamã revelou ainda que pretende ter um parto natural e, de preferência, num hospital público: "Quero ter um parto natural, sem epidural. Não faz muito sentido eu ter medo de alguma coisa que é fisiologicamente natural e normal. Sempre tive medo do parto e uma das razões para não ter tido ainda filhos era essa, portanto, estou a descontrair desse medo."
A apresentadora recusou-se também fazer a amniocentese - exame aconselhado às mães com mais de 35 anos, com o objectivo de se saber se o bebé sofre de alguma anomalia - por se sentir "preparada para tudo": "Fazer esse exame é uma opção e nós decidimos, enquanto casal, que não o queríamos fazer. Para nós não é importante saber se o bebé tem ou não alguma anomalia. Eu engravidei e hei-de levar a gravidez até ao fim, e o bebé virá ao mundo como estiver."

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras