Nas Bancas

Morreu Corín Tellado

Morreu Corín Tellado

Morreu Corín Tellado

A escritora espanhola faleceu no passado sábado, dia 11 de Abril, aos 82 anos

Redacção Caras
13 de abril de 2009, 00:00

Maria del Socorro Tellado Lopez, mais conhecida por Corín Tellado, morreu no último sábado, dia 11 de Abril, em Grijón, Espanha, no centro de saúde onde se encontrava internada. As causas da morte ainda não foram confirmadas, mas acredita-se que terá tido um ataque cerebral ou cardíaco quando estava a levantar-se. Recentemente, uma das suas filhas revelou que a escritora estava "bastante esgotada", o que levou ao internamento na passada quinta-feira. Corín Tellado era a escritora mais lida em espanhol depois de Miguel de Cervantes, tendo escrito mais de quatro mil novelas românticas, das quais vendeu cerca de 400 milhões de exemplares, o que lhe valeu a uma inscrição no livro Guinness de Recordes, em 1994. A partir do ano seguinte, a escritora começou a enfrentar problemas de saúde, que a obrigavam a três sessões de diálise por semana, mas mesmo assim continuou a escrever, sendo que concluiu o seu último texto, numa colaboração com a revista Variedades, na passada quarta-feira. Apesar de criticada por muitos, por a sua obra ser considerada "literatura cor-de-rosa", a escritora respondia que apenas queria "entreter o leitor". Para a posteridade ficam relatos de forte carga sentimental, de entre os quais se destacam Consola-te comigo, O ídolo, Não me culpes a mim, Bendito engano ou Meu querido fanfarrão, entre outros.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras