Nas Bancas

Scarlett Johansson: "Sinto-me confortável com todo o meu corpo"

Redacção Caras
10 de abril de 2009, 00:00

Scarlett Johansson foi considerada uma das mulheres mais sexy da actualidade, é capa da edição francesa da Vogue deste mês, imagem da linha de cosmética Dolce & Gabbana e da Moët & Chandon, mas é como actriz que tem sido reconhecida. Woody Allen reparou no seu talento, convidou-a para integrar o elenco dos filmes Match Point, Scoop e Vicky Cristina Barcelona, e não lhe poupa elogios: "É sensual e inteligente, tem um rosto maravilhoso, com muita personalidade. É dona de um grande sentido de humor, tem o dom da palavra, o que me impressiona sempre. Ela é fantástica. Sinto que ganhei a lotaria." A actriz agradece as palavras do realizador norte-americano: "Ele nem sequer falou do meu peito! E o meu peito é o meu melhor cartão de visita. Mas, então, e o meu cérebro? O meu coração? E os meus rins e a minha bexiga? Sinto-me confortável com todo o meu corpo. Faço uma alimentação saudável e ando muito. Além disso, ainda sou nova. Tenho a juventude a meu favor." "Quero manter o meu casamento [com o actor Ryan Reynolds] longe dos holofotes." Apesar dos seus 24 anos, Scarlett Johansson já conta com 30 filmes no seu currículo que lhe valeram diversos prémios, entre eles um BAFTA. Óscares ainda não levou para casa, embora já tenha sido nomeada, mas tem tudo para que um dia venha a ser mesmo a preferida da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. "Trabalhei muito para estar aqui e espero continuar a servir a indústria do cinema, onde quero envelhecer, ter papéis de trintona, quarentona... Não quero ficar presa à imagem de jovem bomba sexual." Mas é precisamente esse seu lado sensual que a tem feito integrar a lista das mulheres mais elegantes e nela recaem sempre os flashes quando desfila em qualquer passadeira vermelha, com modelos assinados por criadores de renome. Não sendo uma fiel seguidora da moda, revela no entanto que tem necessidade de renovar o guarda-roupa anualmente, e quem fica a ganhar são as suas amigas que herdam muitos dos seus 'trapinhos'. Quanto às mudanças de visual, a actriz diz que precisa de o fazer com frequência para não se prender demasiado a uma personagem. Aliás, foi o que aconteceu após esta sessão fotográfica em que Scarlett Johansson está loura, a mesma imagem com que aparece no filme The Spirit, de Frank Miller, que já se estreou em Portugal. Neste momento a actriz está de cabelo escuro e liso, talvez para dar mais credibilidade às aventuras da 'sua' guerreira amazona em The Amazon Warrior, que começará a rodar em breve. "Quero fazer papéis de trintona, quarentona... Não quero ficar presa à imagem de jovem bomba sexual." Quanto ao seu casamento com o actor canadiano Ryan Reynolds, que aconteceu em Setembro último, num parque natural de Vancôver, Canadá, a actriz é parca em palavras. "Normalmente não falo sobre a minha vida privada e quero manter o meu casamento longe dos holofotes." Apesar deste silêncio, já fez saber que quer ser mãe em breve e adoptar uma criança não está fora dos seus planos. Scarlett diz ainda considerar-se uma sortuda por "ter saúde e uma família maravilhosa."Scarlett Marie Johansson nasceu em Nova Iorque, a 22 de Novembro de 1984, filha do arquitecto dinamarquês Karsten Johansson e da produtora americana Melanie Sloan. Aos oito anos, participou no primeiro filme, North, mas só em 1998, ao entrar em O Encantador de Cavalos, de Robert Redford, se tornou uma cara conhecida. A actriz diz que sempre quis representar, mas que nunca ambicionou ser uma estrela. E garante que a evolução da sua personalidade se deve muito mais à maturidade do que à fama ou ao dinheiro.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras