Nas Bancas

Familiares e amigos despedem-se de Vítor Direito

Familiares e amigos despedem-se de Vítor Direito

Familiares e amigos despedem-se de Vítor Direito

O corpo do fundador do 'Correio da Manhã' esteve em câmara ardente na igreja de Santo António, no Estoril, até sábado de manhã. Amigos e antigos colaboradores recordaram o antigo director durante este último adeus.

Redacção Caras
6 de abril de 2009, 00:00

Eram muitas as histórias que se contavam à entrada da casa mortuária da igreja de Santo António, no Estoril. Histórias sobre Vítor Direito, sobre o profissional e sobre o homem de todos os dias. Foi com saudade que familiares, amigos e antigos colaboradores recordaram a personalidade ímpar do antigo director que chegou a ser distinguido, pelo então Presidente da República Jorge Sampaio, com o grau de comendador da Ordem do Infante D. Henrique. Recorde-se que antes de fundar o Correio da Manhã, Vítor Direito trabalhou em jornais como República e A Luta, onde lutou sempre pela liberdade de expressão, antes e depois do 25 de Abril.Depois da missa de corpo presente, celebrada pelo padre Pedro Mello, o cortejo fúnebre seguiu para o cemitério de Rio-de-Mouro. Na Foto: O filho mais novo, Vítor Direito, e a viúva, Maria Antonieta, e a coroa de flores enviada pelo Presidente da República.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras