Nas Bancas

Jade Goody escreve diário sobre os últimos dias de vida

Jade Goody escreve diário sobre os últimos dias de vida

Jade Goody escreve diário sobre os últimos dias de vida

"A história de uma mulher que se ergueu para a fama como uma estrela controversa de um 'reality show' e que agora ganhou a admiração aos olhos de muitos pela coragem com que enfrenta o cancro terminal"

Redacção Caras
20 de março de 2009, 00:00

À medida que o seu tempo de vida vai diminuindo, a ex-concorrente do Big Brother inglês assinou um contrato com a HarperCollins, para quem vai escrever um diário detalhado da sua batalha contra o cancro. O livro, intitulado Forever in my heart, contará os detalhes dos últimos meses de vida da jovem, de 27 anos, e será publicado após a sua morte. "Este livro emocional conta uma história fascinante do nosso tempo, a história de uma mulher que se ergueu para a fama como uma estrela controversa de um reality show e que agora ganhou a admiração aos olhos de muitos pela coragem com que enfrenta o cancro terminal", afirma Belinda Budge, da editora. E, ao que tudo indica, uma percentagem dos lucros da publicação, vista por Jade Goody como uma carta de amor para os filhos, Bobby, de cinco anos, e Freddy, de quatro, serrão doados ao centro Marie Curie Cancer Care, cujos enfermeiros têm assistido a jovem desde que esta voltou para casa, em Upshire, Essex.Entretanto surgiu uma nova polémica em torno do caso de Jade, visto que a revista OK decidiu publicar prematuramente um tributo à jovem. Tal terá deixado familiares, amigos e admiradores da ex-concorrente do Big Brother furiosos, mas o representante da publicação já veio acalmar os ânimos. "O tributo da OK é uma celebração da vida fantástica de Jade. A família de Jade falou hoje com a OK para reiterar que entende o tributo e vê-o como sendo um gesto muito simpático", pode ler-se em comunicado.Jade Goody tem passado os últimos dias a ser vigiada pelo marido, Jack Tweed, de 21 anos, e pela mãe, Jackie Budden, de 50 anos, a quem já fez questão de pedir que os dois filhos não estejam presentes na altura em que morrer. "Prefiro que se lembrem de mim como era antes, em vez de me verem a deteriorar-me à sua frente", afirmou à jovem à revista OK, no que se prevê que seja a sua última entrevista. Um amigo da família adiantou também ao Daily Mirror que Bobby e Freedy já fizeram os cartões do Dia da Mãe para dar à jovem e que "Jade explicou-lhes que está muito doente e que vai viver no céu. Eles perceberam que algo não está bem e querem que ela saiba o quanto gostam dela".

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras