Nas Bancas

Maria e Aníbal Cavaco Silva divertidos no jantar de encerramento da Taça de Golfe Portugal Solidário

Maria e Aníbal Cavaco Silva divertidos no jantar de encerramento da Taça de Golfe Portugal Solidário

Maria e Aníbal Cavaco Silva divertidos no jantar de encerramento da Taça de Golfe Portugal Solidário

"A solidariedade tem nesta altura um significado ainda mais forte." (Cavaco Silva)

Redacção Caras
3 de fevereiro de 2009, 00:00

Um dia atípico terminou com um jantar em que a boa disposição e o informalismo do Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, acabaram por imperar. Tratava-se do encerramento e entrega de prémios da Taça Portugal Solidário, cujo torneio decorreu no campo de golfe da Quinta da Marinha e contou com o alto patrocínio do Chefe de Estado.Apesar da forte intempérie que assolou o País durante o fim-de-semana, a verdade é que durante o torneio o sol brilhou na zona do Guincho e a prova decorreu sem chuva. Por esta razão, e pelo facto de Cavaco Silva ter ido a Fátima na véspera, Mário Carvalhosa, organizador desta taça, brincou com a situação e agradeceu ao Presidente "ter intercedido junto de S. Pedro". Na resposta, o Chefe de Estado, em tom bem-humorado, agradeceu a "condescendência e a ajuda divina, que possibilitaram o sucesso deste torneio". Mais sério, chamou depois a atenção para a necessidade de, em época de crise, os portugueses serem ainda mais solidários: "Este é um tempo em que, no nosso país, solidariedade e entreajuda têm um significado ainda mais forte. É, assim, com muita satisfação que me associo, pela terceira vez, a este torneio, cujas receitas revertem para os portugueses que sofrem de diabetes." Isto porque, com os valores oferecidos pelos patrocinadores, a Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal conseguiu recolher 67.500 euros.Na vertente desportiva, tanto a nível individual como por equipas, o torneio foi ganho por Manuel Dias Loureiro, conselheiro de Estado e amigo de Cavaco Silva. "O golfe é como tudo na vida. Uns dias corre bem, outros dias corre mal. Hoje, tudo correu pelo melhor, joguei bem e acabei por ganhar, o que me deixou ainda mais contente", explicou à CARAS, revelando o segredo para a boa forma: "O golfe não é só talento, é sobretudo trabalho. Como vivo perto de um campo de golfe, levanto-me muito cedo para praticar e tento jogar todos os fins-de-semana."A entrega de prémios ficou ainda marcada por alguma emotividade, quando foi anunciado o novo Troféu Luiz Vasconcellos, em homenagem ao empresário recentemente falecido. A Francisco Pinto Balsemão, grande amigo de Luiz Vasconcellos, coube a honra de fazer a entrega deste prémio: "Fiquei muito comovido e considero que esta distinção é mais do que justa e merecida. Da minha parte, só tenho que agradecer este gesto por parte da organização do torneio."

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras