Nas Bancas

Maria da Luz Sequeira: "Nunca me senti discriminada por ser mulher"

Maria da Luz Sequeira: "Nunca me senti discriminada por ser mulher"

Maria da Luz Sequeira: "Nunca me senti discriminada por ser mulher"

É farmacêutica por profissão e paixão e continua a dedicar a sua vida às necessidades dos doentes

Redacção Caras
3 de fevereiro de 2009, 00:00

Quem por ela passa, seja nos corredores da Assembleia da República, seja noutros locais conotados com a vida política - onde, enquanto membro da direcção da Plataforma Saúde em Diálogo, que defende, acima de tudo, a participação do doente no sistema de saúde português, se debate pelas necessidades dos doentes -, não imagina que por detrás desta mulher firme e determinada na luta pelos seus ideais está uma farmacêutica empenhada, que ainda hoje veste a bata na sua própria farmácia e não consegue recusar um medicamento a quem não pode pagá-lo. Maria da Luz Sequeira, farmacêutica de profissão e paixão, tem como um dos pontos altos da sua carreira o momento em que Jorge Sampaio, então Presidente da República, a distinguiu com a Ordem de Mérito e o título de Comendadora. O amor pela área profissional a que se dedicou é partilhado pela filha, Vera Costa Santos Toregão, que, aos 29 anos, é já o braço direito da mãe na farmácia. - A decisão de ser farmacêutica teve que ver com alguém da sua família?Maria da Luz Sequeira - Não tenho ninguém na família ligada a esta área. Foi uma decisão minha seguir este caminho. E fico feliz, porque hoje ainda trabalho como farmacêutica na minha farmácia. - Mas não quis ficar apenas atrás do balcão e actualmente tem um papel bastante interventivo na área da saúde em Portugal...- As coisas foram surgindo e, quando gostamos do que fazemos, tudo acontece com naturalidade. Hoje estou ligada à Associação Nacional de Farmácias, que representa a classe farmacêutica e proprietários de farmácias. E estou ligada à Plataforma Saúde em Diálogo, que junta associações de doentes, de promotores de saúde, de consumidores, com os farmacêuticos.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras