Nas Bancas

Depois de ter sido operada a um tumor benigno, Maria Barroso está optimista

Depois de ter sido operada a um tumor benigno, Maria Barroso está optimista

Depois de ter sido operada a um tumor benigno, Maria Barroso está optimista

A antiga primeira-dama apareceu pela primeira vez num evento desde a intervenção cirúrgica

Redacção Caras
15 de janeiro de 2009, 00:00

Foi com total discrição que Maria Barroso, de 83 anos, mulher de Mário Soares, foi submetida a uma intervenção cirúrgica para remover um tumor benigno do peito. A operação, que aconteceu pouco antes do Natal no Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa, foi bem-sucedida e é com optimismo que a antiga primeira-dama encara esta nova fase: "É verdade que tive um pequeno problema de saúde, mas a minha recuperação está a correr muito bem. E cá estou para continuar a minha vida pelo mundo fora, a tentar ajudar aqueles que precisam de ajuda, que é o que mais me interessa fazer. Encarei tudo com optimismo. O que é preciso é olhar para a frente e não ficar desanimada."O carinho e acompanhamento que tem recebido tanto da família como de toda a equipa médica que a seguiu neste processo tem sido fundamental para um período de convalescença rápido, como confidenciou à CARAS: "Felizmente fui parar a um modelo de hospital que é dirigido por um grande médico e com uma equipa de muita categoria. Estive sempre rodeada de muito carinho e fui tratada com uma grande eficiência. Foi um problema subitamente detectado e que foi tratado de imediato. Passei o Natal e a passagem do ano com a minha família e estou muito satisfeita, porque estou rodeada de atenções."Apesar de ter sido operada há apenas algumas semanas, Maria Barroso fez questão de estar presente na apresentação do livro 30 Minutos por Dia para um Coração Saudável, na Culturgest, iniciativa integrada na campanha Coração de Confiança. A antiga primeira-dama chegou já um pouco depois da apresentação ter começado, mas foi de imediato cumprimentada por alguns dos presentes. A ocasião proporcionou uma conversa sobre cuidados de saúde e Maria Barroso partilhou com a comunicação social alguns dos seus hábitos: "Sigo sempre os conselhos que estes maravilhosos médicos do coração me dão. Também tenho uma alimentação muito moderada e faço exercício, quando posso. Quando estou de férias no Algarve, às sete da manhã faço nove quilómetros pela praia, ida e volta. Se lá forem a essa hora, podem confirmar o que estou a dizer. [risos] Opto por não comer carnes vermelhas. Prefiro pato, de que gosto imenso, e frango. Há já uns 20 anos que não como outro tipo de carnes. E faço análises regularmente."Recorde-se que não foi a primeira vez que a antiga primeira-dama deu o seu apoio a iniciativas da Fundação Portuguesa de Cardiologia. Exemplo para muitos portugueses, a presidente da Fundação Pro Dignitate também já foi escolhida para ser uma das Mulheres de Vermelho, outra iniciativa que alerta as consciências para os problemas cardiovasculares. E não é só na área da saúde que Maria Barroso apoia causas de solidariedade. Grande parte da sua vida tem sido pautada pela ajuda ao próximo, como declarou à CARAS em Maio de 2007: "A solidariedade é a minha grande missão de vida."

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras