Nas Bancas

Oceana Basílio confessa: "No fundo, sou uma mulher frágil"

Oceana Basílio confessa: "No fundo, sou uma mulher frágil"

Oceana Basílio confessa: "No fundo, sou uma mulher frágil"

A actriz partilha as histórias de afectos que a tornaram uma mulher feliz

Redacção Caras
23 de dezembro de 2008, 00:00

Oceana Basílio, 29 anos, é uma das mais promissoras actrizes da sua geração. Lutadora, com apenas 17 anos deixou a segurança da casa familiar, no Algarve, para ir estudar representação para Lisboa. Contudo, não terminou os estudos na capital e, depois de ter passado uma temporada em Londres, decidiu ir para Braga, onde começou a trabalhar de forma permanente como actriz. Com a participação em Morangos com Açúcar, Oceana mudou-se definitivamente para Lisboa. O seu talento convenceu e a participação em mais novelas, como Doce Fugitiva, tornaram-na uma cara conhecida do grande público. O mediatismo que foi ganhando trouxe alguns dissabores à actriz, que viu o namoro que viveu com Miguel Melo dissecado na imprensa. Mas hoje Oceana fala sem pudores do seu passado e do presente feliz que vive ao lado do actor e cantor Pedro Laginha, de 36 anos, com quem está casada há pouco mais de um ano. Foi durante uma produção no Castelo da CARAS, em Palmela, que conversámos com a actriz sobre as histórias do seu universo, que tem no centro os afectos da filha, Francisca, de quatro anos, do marido e do filho deste, Afonso, de seis.- Como é que surgiu a aventura de ser actriz?Oceana Basílio - Sempre estive muito ligada às Artes, a minha mãe pintava, o meu avô era fascinado pelo cinema e o meu pai trabalhava nos casinos, nos quais eu via muitos espectáculos. E todo esse universo sempre me fascinou. Desde sempre as pessoas me ouviram dizer que queria ser actriz e participava em todos os teatros da escola.- Com 17 anos muda-se para Lisboa. Como foi trocar a tranquilidade do Algarve pela agitação da capital?- Olhando para trás, penso que foi uma coisa muito gira. Foi um período de autodescoberta em que aprendi a sentir-me segura num sítio onde estava sozinha.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras