Nas Bancas

Luísa Cálem: Elogio ao Douro no Chiado

Luísa Cálem: Elogio ao Douro no Chiado

Luísa Cálem: Elogio ao Douro no Chiado

A relação com o vinho e a vinha está sempre presente nesta mesa preparada para a ceia de Natal

Redacção Caras
20 de dezembro de 2008, 00:00

Um 'regresso' ao Douro foi o melhor dos pretextos para que Luísa Cálem nos abrisse as portas da sua casa no Chiado, em Lisboa. E para recordar memórias de outros tempos, enquanto preparava a mesa de Natal e dava uma sugestão para a ceia da noite de festa. Nesta casa, de onde se vê o Tejo e o Castelo de S. Jorge e se inspira o ar que chega do rio, Luísa fez uma simples, mas sentida, homenagem a outro rio, o Douro, através do "seu" vinho do Porto, que propôs acompanhar com um queijo, para lhe perfumar o paladar."Não foi fácil descobrir vinhas em Lisboa para poder recolher algumas folhas para a decoração", explicou, com um sorriso, a decoradora, descendente de António Alves Cálem, fundador da Casa Cálem. "Na nossa família - e eu faço parte da quinta geração -, sempre se cultivou a arte de bem receber. Mas nessa altura era bem mais fácil improvisar um centro de mesa. Bastava ir à horta ou à vinha e estava o problema resolvido", lembrou.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras