Nas Bancas

Manoel de Oliveira assegura que ainda tem muita vontade de viver

Manoel de Oliveira assegura que ainda tem muita vontade de viver

Manoel de Oliveira assegura que ainda tem muita vontade de viver

"A gente tem pena de sair de onde está."

Redacção Caras
10 de dezembro de 2008, 00:00

Os pedidos de entrevistas a Manoel de Oliveira, por ocasião do seu 100.º aniversário, foram tantos que a opção foi fazer uma conferência de imprensa no passado domingo, único dia livre do realizador, que está a rodar em Lisboa As Singularidades de uma Rapariga Loira. Para além de O Estranho Caso de Angélique, que será o seu próximo filme, o cineasta ainda gostava de fazer a sua autobiografia. "Mas não sei se consigo, porque perco-me em detalhes. É uma tendência que nós temos de deixar memória de nós próprios. Portanto, quando a gente fala de biografia, fala em vontade de continuar a viver. Temos pena de sair de onde estamos, mas temos todos de sair. Não viemos por vontade própria, não sabemos por que é que o destino nos pôs nesta terra, nem para que viemos, por que viemos, nem para onde vamos. É um segredo que ninguém, depois de morto, revelou. Vivemos de esperança, que é fundamental."

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras