Nas Bancas

Judite e Carlos do Carmo: "Estivemos mesmo para nos separar"

Judite e Carlos do Carmo: "Estivemos mesmo para nos separar"

Judite e Carlos do Carmo: "Estivemos mesmo para nos separar"

Embora vivam um grande amor, o fadista e a mulher assumem que já passaram por fases em que puseram em causa o casamento

Redacção Caras
27 de novembro de 2008, 00:00

Não se considera um homem nostálgico e sente-se feliz com tudo o que a vida lhe tem reservado, de bom e mau. Aos 68 anos, e com 45 de carreira, Carlos do Carmo é uma figura incontornável do fado. Há 44 anos que partilha a vida com aquela que diz ser a mulher com quem sempre soube que ia casar-se, Judite, de 69 anos, de quem tem três filhos, Alfredo, Cila e Gil. Apesar dos problemas de saúde que tem tido, e que o levaram a colocar um pacemaker no ano passado, o terem condicionado um pouco fisicamente, o fadista continua com vários projectos profissionais, entre eles, o seu primeiro best of, intitulado Fado Maestro, que numa das versões inclui um DVD com o documentário O Fado de Uma Vida, relato da vida e da carreira de Carlos do Carmo através do próprio e de testemunhos de quem fez e faz parte da sua carreira.A simpatia e generosidade do fadista são indiscutíveis, como confirmámos numa conversa franca e aberta que tivemos com ele e com a mulher em Paris, a cidade preferida do casal. Carlos falou sobre a morte, mas sobretudo sobre a vida. - Conheceram-se há 45 anos, depois da Judite o ter ouvido na rádio e ter querido conhecê-lo. Os ingredientes certos para uma história de amor...Carlos do Carmo - Isso é verdade. É uma verdadeira história de amor. - E foi amor à primeira vista?- Para mim foi.Judite do Carmo - A abordagem sedutora e charmosa do Carlos convenceu-me. [risos] - E já lá vão 44 anos...- Casámo-nos passados seis meses, o que na altura não era muito usual, pois os namoros eram muito longos. As pessoas ficam muito admiradas por termos namorado tão pouco tempo...

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras