Nas Bancas

Paco Rabanne defende: "Não sou uma estrela, sou apenas um trabalhador"

Paco Rabanne defende: "Não sou uma estrela, sou apenas um trabalhador"

Paco Rabanne defende: "Não sou uma estrela, sou apenas um trabalhador"

A CARAS foi a Paris falar, em exclusivo, com o estilista, que, aos 74 anos, mantém toda a sua criatividade

Redacção Caras
13 de novembro de 2008, 00:00

Mal se entra no antigo angar, nos arredores de Paris, o preto domina. Ao centro do velho espaço há um enorme cofre. Lá dentro está o segredo mais bem guardado de Paco Rabanne: o novo perfume masculino, 1 Million. Dos cheiros à embalagem, que imita uma barra de ouro, tudo lembra sofisticação. Os detalhes foram pensados minuciosamente, nada foi entregue ao acaso. Aliás, o criador tem um conceito por detrás de tudo o que faz e com este perfume, que tem como base de criação o mundo das fantasias masculinas, não foi excepção.Depois de ter abandonado as passarelas em 1999, Paco Rabanne dedica-se agora a outros desafios. Durante toda a vida, os desenhos foram a sua paixão. Agora, o criador viaja pelo mundo com as exposições, que são uma forma de não deixar esmorecer a sua criatividade. Vê-se a si próprio como um 'alquimista', para quem a criação continua a ser a sua essência.Se na década de 60 ficou conhecido como o enfant terrible da moda francesa, com os seus fatos metálicos e a irreverência que pautava todas as suas criações, o avançar dos anos não o impediu de continuar a ser polémico. Sem medo de mostrar as suas convicções, Paco Rabanne assume plenamente o seu lado místico e foi sem receio que previu a queda de uma estação russa em Paris. Se nesta previsão errou, a vida do criador está repleta de escolhas certas.A CARAS esteve em Paris com o estilista, onde falou, em exclusivo para a CARAS, sobre este novo desafio e a sua personalidade que pouco ou nada foi beliscada pela fama. CLIQUE 'VER MAIS' E LEIA A ENTREVISTA

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras