Nas Bancas

Michelle Obama: O estilo da nova primeira-dama dos EUA

Michelle Obama: O estilo da nova primeira-dama dos EUA

Michelle Obama: O estilo da nova primeira-dama dos EUA

Elegante e sofisticada, a mulher de Barack Obama promete surpreender do alto do seu 1,82m

Redacção Caras
13 de novembro de 2008, 00:00

Costuma dizer-se que por detrás de um grande homem há sempre uma grande mulher. No caso de Barack Obama, o presidente eleito dos Estados Unidos da América, não é só a altura da mulher (1,82m!) que impressiona. Michelle Obama, de 44 anos, começou por aparecer muito discretamente ao lado do então candidato à Casa Branca, mas terminou a campanha a ser alvo de inúmeros comentários, muitos dos quais referentes à roupa que escolhia para se apresentar nas mais diversas ocasiões.A advogada adoptou um estilo inconfundível, sóbrio, forte e independente, que tem tudo que ver com a sua personalidade igualmente forte, mas sem ofuscar ou roubar protagonismo ao marido, candidato à presidência. Sempre atenta às tendências da moda, Michelle não contratou nenhum stylist - muito em voga entre as grandes estrelas de Hollywood - para tratar da sua imagem. Na verdade, ela parece ter uma noção muito clara do estilo, das cores e dos cortes que mais a favorecem e, tendo em conta o pouco que se conhece de Michelle Obama, não é mulher a quem se consiga impor o que quer que seja.No entanto, conta certamente com os conselhos de alguns especialistas na matéria, nomeadamente de María Pinto, a estilista italo-americana cujo nome saltou para as bocas do mundo depois de se saber que era autora de muitos dos looks com que a candidata a primeira-dama se apresentava. Há muitos anos que Michelle é amiga e cliente fiel de María Pinto, mas durante o último ano a estilista parece ter-se tornado a sua designer oficial, sendo por vezes 'trocada' pelos estilistas Thakoon, Isabel Toledo ou Ikram Goldman, que em comum têm o facto de serem todos norte-americanos e pouco conhecidos fora do seu país.Jovem, bonita, elegante, a mulher de Barack Obama tem sido comparada a Jacqueline Kennedy, que se tornou um dos maiores ícones de estilo e elegância do mundo. Se conseguir alcançar este estatuto, Michelle poderá ser, como já começa a ser dito em alguma imprensa, a melhor resposta dos americanos ao exibicionismo "fashion-político" da cantora e ex-modelo Carla Bruni, mulher do presidente francês Nicolas Sarkozy. Na maioria das suas roupas, a futura primeira-dama tem preferido cores fortes, como o amarelo, o laranja, o verde, o púrpura e o azul, assim como alguns estampados. Os decotes são sempre redondos ou quadrados, pouco pronunciados, as saias geralmente pelo joelho, de linhas rectas ligeiramente afuniladas na cintura, que conjuga com jóias com diamantes e colares de pérolas.De todos os looks que adoptou durante este último ano de campanha, houve alguns que tiveram maior destaque, nomeadamente o vestido que usou quando foi anunciada oficialmente a candidatura do marido. De linhas direitas, chamou a atenção sobretudo pela cor escolhida, o púrpura. Não é certo que tenha sido propositado, mas foi notado que a cor resulta da mistura do encarnado e azul, as cores da bandeira dos Estados Unidos.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras