Nas Bancas

António Manuel Ribeiro casa a filha mais velha, Bárbara Côrte-Real

António Manuel Ribeiro casa a filha mais velha, Bárbara Côrte-Real

António Manuel Ribeiro casa a filha mais velha, Bárbara Côrte-Real

O líder dos UHF trocou o seu visual de "rocker" pelo fato e gravata para, orgulhoso, conduzir a filha mais velha, Bárbara, até ao seu futuro marido, Paulo Cota Vieira

Redacção Caras
16 de outubro de 2008, 00:00

Não se ouviu música dos UHF, porque quem estava no "palco" não era a banda de António Manuel Ribeiro, mas sim a sua filha mais velha, a psicóloga Bárbara, de 30 anos. No último dia 11, o líder da banda de Almada pôs de parte a sua imagem de rocker e vestiu-se de fato e gravata para entregar a filha ao futuro marido, o economista Paulo Cota Vieira, de 32 anos. Como não podia deixar de ser, quisemos saber das emoções do pai da noiva, compositor de tantas histórias de amor. "É a primeira filha que caso, isto é tudo uma aprendizagem", confessou o autor de Noites Negras de Azul.Depois dos 50 - e a comemorar os 30 dos UHF -, António Manuel Ribeiro continua a viver intensamente para a música, facto que fez com que Bárbara só pudesse casar-se agora, e não em Setembro, como queria, pois a banda do pai tinha a agenda preenchida de concertos. "Nestas coisas sou um bocado conservador e acho que as regras são para se cumprir. Juntamos a família e os amigos e fazemos uma festa. Hoje sou o pajem, o pai e o companheiro até ao altar, para a entregar ao Paulo", explicou o pai da noiva.Debaixo de um romântico alpendre montado no jardim da Quinta do Joinal, no Monte de Caparica, decorreu a cerimónia civil do casamento de Bárbara e Paulo. "Para nós não fazia sentido casarmo-nos pela Igreja, porque já vivemos juntos há quase seis anos. Esta é a celebração do nosso amor partilhada com as pessoas que mais amamos", referiu a noiva, que faz projectos para ser mãe num futuro breve. Para esta festa, Maria Bárbara Côrte-Real Ribeiro Alves, agora também Vieira, manteve a simplicidade que lhe é característica, escolhendo um modelo caicai de saia rodada e comprida, salpicado de brilhantes.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras