Nas Bancas

Margarida Rebelo Pinto: "Sempre tive um estilo de vida saudável"

Redacção Caras
8 de outubro de 2008, 00:00

Tornar o mundo mais cor-de-rosa alertando para a prevenção e luta contra o cancro da mama é o apelo da campanha lançada recentemente pela Estée Lauder em Portugal, concretizada num anúncio televisivo protagonizado por Margarida Rebelo Pinto. "Foi um convite da Socosmet, que procurava uma pessoa que pudesse representar essa causa, que tem duas vertentes: chamar a atenção para a prevenção e, por outro lado, angariar fundos para a construção de um centro de diagnóstico e tratamento de excelência no Hospital de Santa Maria. Aceitei no momento, porque fiquei entusiasmada com a campanha e acho que posso fazer alguma coisa para ajudar as pessoas", explicou a escritora, que acredita que o seu papel de figura pública acarreta algumas 'obrigações'. "Colaboro muito com a Acreditar, o ano passado ofereci os direitos de um livro infantil por completo, colaboro também com a PetEmotions na protecção dos animais... Estou sempre aberta a este tipo de colaborações, porque a sensibilização das pessoas é importante e faz parte da minha missão enquanto figura pública", justifica. A escritora revela que está sempre atenta às grandes causas nacionais e internacionais e auxilia no que pode, mas diz-se "abençoada" por nunca ter vivido de perto casos muito graves, como o do cancro da mama, por exemplo. "Nunca tive ninguém próximo, ou da família, que tivesse vivido este problema. Muitas vezes as pessoas vivem uma situação e interessam-se por ela porque passaram por isso. No meu caso não foi assim", conta. Ainda assim, Margarida assume que se preocupa bastante com o problema e aconselha sempre a sua prevenção, que assume fazer com regularidade. "Gosto muito da vida, gosto muito de mim e sou uma pessoa muito consciente. Faço a prevenção do cancro da mama com a regularidade exigida. Agora, o problema é que vivemos num país em que muitos maridos ainda proíbem as mulheres de fazer a mamografia porque acham imoral o facto do médico ter que tocar na sua mulher... Isso é muito grave, porque não percebem que podem estar a pôr em risco a saúde da sua mulher", alerta. A escritora apela ainda a que todos tenham cuidados redobrados com a sua saúde, revelando que no seu caso pessoal sempre os teve, mesmo antes de ter sofrido um AVC. "Sempre levei um estilo de vida muito saudável. Não foi o facto de ter tido um AVC que me fez ter mais cuidados ou mudar o meu estilo de vida. Alertou-me apenas para uma deficiência cardíaca congénita, que muita gente tem, mas que nem sempre é detectada", explica. Se na saúde e na carreira tudo parece correr de vento em popa para Margarida Rebelo Pinto, a vida pessoal acaba por ser quase a cereja no topo do bolo, já que o namoro de um ano com o arquitecto suíço Ariel Dunkel, de 36 anos, continua a ser igualmente bem-sucedido. "Na minha relação estou muito feliz. Estamos muito bem, mesmo", assume a escritora, que continua a considerar difícil lidar com o facto de ser figura pública. "É sempre difícil, porque é complicado manter algumas reservas ou discrição. Mas eu sou muito discreta e tenciono continuar a sê-lo, porque as pessoas não têm que saber da minha vida privada", garante, acrescentando ainda que nunca consegue estar "completamente à vontade. Estou feliz e tranquila, e isso é o mais importante, mas existem paparazzi por todo o lado, o que complica muito as coisas". De resto, Margarida prefere não se alongar em muitos comentários sobre o seu namoro. "Está tudo na mesma na minha relação. Ele continua a viver na Suíça, eu continuo a viver em Portugal, e continuamos os dois muito felizes", garante. Os dois tiveram este ano a oportunidade de passar mais tempo juntos, quando gozaram férias no Algarve, ainda que Margarida tenha na altura afirmado que não é assim tão difícil manter a relação à distância, já que, por ter muitas saudades, quase todas as semanas terminam com ela num avião para a Suíça, ou no aeroporto de Lisboa a receber o namorado.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras