Nas Bancas

Geraldine Chaplin faz visita plena de emoções a Lisboa

Geraldine Chaplin faz visita plena de emoções a Lisboa

Geraldine Chaplin faz visita plena de emoções a Lisboa

A filha de Chaplin veio com o marido, o produtor chileno Patrício Castilla, e visitou uma exposição sobre o pai, onde revelou algumas recordações

Redacção Caras
1 de outubro de 2008, 00:00

"O meu pai gostava de uma boa audiência e que melhor audiência do que os seus oito filhos? Quando estava connosco, estava sempre a improvisar humor como se estivesse a trabalhar", contou Geraldine Chaplin na visita que fez a Portugal, a convite do Lisbon Village Festival, durante o qual foi homenageada. Na companhia do marido, o produtor chileno Patrício Castilla, a actriz recordou diversas histórias sobre o pai, Charlie Chaplin, sobretudo durante a viagem emotiva que fez pela exposição Chaplin in Pictures, patente na sede cultural do IADE. "O meu pai era um perfeccionista que trabalhava até à exaustão. Se fosse preciso, gravava mil takes de uma cena até ficar bem", lembrou, confirmando à CARAS que sim, que o mestre do cinema mudo "era um pequeno ditador".Sensibilizada, mas também divertida ao recordar o pai, Geraldine confessou que este não ficou satisfeito quando ela escolheu a profissão de actriz. "Ele queria que os filhos tivessem empregos decentes, que fossem médicos, engenheiros ou arquitectos. Sabia das dificuldades da profissão, mas depois de me ver em Doutor Jivago, tornou-se meu grande fã." De certa maneira, também a actriz enfrentou algumas reservas quando a filha, Oona (tem ainda um filho, Shane, da relação com Carlos Saura), decidiu seguir a mesma carreira. "Disse-lhe que tinha de aprender a aceitar a rejeição", explicou a actriz, que mostra grande orgulho em fazer, aos 64 anos, papéis de avó. "Nunca fiz uma plástica, as rugas são verdadeiras", garantiu Geraldine, que acabou de filmar nas Canárias e se prepara para rodar novo filme em França.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras