Nas Bancas

Vida de Zinedine Zidane em livro

Vida de Zinedine Zidane em livro

Vida de Zinedine Zidane em livro

Depois de alguns contratempos, a biografia não autorizada do ex-futebolista foi finalmente lançada em França

Redacção Caras
24 de setembro de 2008, 00:00

Zidane, uma vida secreta. Assim se intitula a obra escrita pela jornalista Besma Lahouri, na qual é retrata a vida de Zinedine Zidane. A autora faz uma viagem pelas recordações e vivências do ex-futebolista, desde a sua infância, passada em Marselha, à sua carreira extraordinária, passando pela importância da sua família e a lenda em que se tornou. O subtítulo - "o livro que você quase não pôde ler" - remete-nos para o lado oculto do craque, uma faceta que sempre se quis esconder. Aliás, desde o início desta investigação, houve uma grande vontade de impedir a publicação desta biografia e, em Março deste ano, dois manuscritos chegaram mesmo a ser roubados: um em casa do editor Christophe Deloire e o outro que estava na posse de uma revisora, amiga da autora. O mistério e os segredos que levaram o jogador a alcançar tanto sucesso podem muito bem ser a razão para tanto receio desta obra, porque não se queria ver a imagem de Zizou destruída. Agora que já está à venda as opiniões divergem: para alguns o livro faz revelações polémicas, mas para outros ficou aquém das expectativas. O que é certo é que são apontadas situações duvidosas, como por exemplo a questão do controlo antidoping, cujas regras são determinadas pela FIFA, ao qual o jogador deveria ter sido submetido em diversas ocasiões e não foi. São exemplos a sua expulsão durante o jogo entre a França e a Arábia Saudita, no mundial de 1998, depois de lhe ser apresentado o cartão vermelho, e ainda o episódio polémico em que deu uma cabeçada no peito do italiano Marco Materazzi. Na altura, em declarações a um canal de televisão francês, Canal +, a estrela afirmou: "Não me posso arrepender, o culpado é aquele que provoca", mostrando-se confiante dos seus actos. Contudo, alguns meses mais tarde, quando se encontrava de férias na Argélia, em conversa com um familiar próximo, acabou por admitir que errou. Ou seja, a sua verdadeira postura nunca é revelada em público, de forma a passar sempre a imagem de um homem seguro.Na sua longa investigação, Besma Lahouri conclui que Zinedine Zidane construiu uma imagem e colocou barreiras à sua volta, que o impedem de ser ele próprio e apenas deixam transparecer aquilo que os outros esperam dele. Segundo a jornalista, Zidane é "um herói condenado a nunca mostrar quem é verdadeiramente".

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras