Nas Bancas

Gilda Paredes Alves não descura a vida familiar

Redacção Caras
24 de setembro de 2008, 00:00

Há vinte anos que as férias de Verão de Gilda Paredes Alves são passadas entre Vilamoura e a Madeira, de onde é natural. Apesar de já ter voltado ao trabalho, a gestora hoteleira ainda se sente a reviver esses dias, que considera indispensáveis. Casada há 31 anos com Joaquim Paredes Alves, proprietário do Hotel Eduardo VII e do Hotel Turismo de Abrantes, tem sido na companhia deste que Gilda tem passado os últimos tempos, visto que os filhos, Joana, de 25 anos, e João, de 23, têm estado ambos no estrangeiro, ela em Londres, ele na Suíça. Foi no Angsana Spa, no Tivoli Marina Vilamoura, nos seus últimos dias de férias, que a gestora, já revigorada e descontraída, conversou com a CARAS sobre a satisfação que encontra em conciliar os papéis de mãe, mulher e empresária. - O que aproveita para fazer nas férias que não tem possibilidade de fazer durante o ano?- Aproveito para descansar, ler muito e dar passeios ao final da tarde com o meu marido. - Sente necessidade de ter férias?- Sem dúvida, estou sempre ansiosa por que chegue esta altura, pois trabalho muito, e depois também tenho muitos afazeres. Tenho de confessar que este ano já estava a contar os dias para cá chegar. Claro que as minhas férias não fariam sentido se não fossem terminadas em Porto Santo, que para mim tem a melhor praia do mundo. - O que faz para manter esse ar jovem?- Toda a vida fui muito ligada ao desporto e não dispenso o exercício físico. Vou ao ginásio, três vezes por semana, jogo golfe há vários anos e há dois anos e meio entrei nas danças de salão. - Como arranja tempo para estar com a família?- Está tudo muito bem coordenado. Gosto de me levantar cedo, organizar bem a casa e distribuir as tarefas. Depois, ligo aos meus pais e aos meus filhos todos os dias. Não passo sem falar com eles. Se as coisas forem bem organizadas, tudo se consegue fazer, mas acho que se o dia tivesse mais de 24h, arranjaria sempre mais coisas para fazer. [risos] - E encontra sempre tempo para jantar com o seu marido...- Isso é indispensável. Sou muito ligada à família e as melhores horas do meu dia são passadas na companhia do meu marido e dos nossos filhos. - A sua filha tem estado em Londres, mas vai voltar agora para casa...- Não posso estar mais contente. É óptimo para qualquer mãe ter o filho perto, e como a Joana esteve alguns anos longe, vou aproveitar para matar as saudades todas. [risos] Também tenho de confessar que estou muito orgulhosa do meu filho, que tirou gestão hoteleira. Vai para Nova Iorque trabalhar, mas depois virá certamente para junto de nós, para o negócio da família.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras