Nas Bancas

Cristiano Ronaldo assume: "Tenho o sonho de jogar no Real Madrid"

Cristiano Ronaldo assume: "Tenho o sonho de jogar no Real Madrid"

Cristiano Ronaldo assume: "Tenho o sonho de jogar no Real Madrid"

O internacional português fala finalmente sobre toda a polémica que houve em torno de uma possível transferência para o clube espanhol

Redacção Caras
5 de setembro de 2008, 00:00

Em declarações à Inside United, a revista oficial do Manchester United, Cristiano Ronaldo reconhece que talvez tenha sido "ingénuo" ao querer mudar-se para o Real Madrid. O futebolista assume que esta vontade de mudança veio do facto de já ter alcançado todos os títulos possíveis com o clube inglês. "Quando ganhámos a Liga dos Campeões senti que já tinha ajudado a ganhar tudo o que havia para ganhar e pensei que talvez estivesse na altura de abraçar outro desafio". As negociações acabaram por não se concretizar e, apesar de permanecer no Manchester, o craque português assume que "[tem] o sonho de jogar no Real Madrid" e que "talvez tenha sido um pouco ingénuo" por tê-lo dito. Na altura foi bastante falado que a relação que o jogador mantinha com a espanhola Nereida Gallardo, entretanto terminada, seria um incentivo para mudar-se para o país vizinho. Contudo, Cristiano Ronaldo garante que era o facto de viver num país com um estilo de vida parecido ao nosso e de ter a família mais perto que o levava a querer transferir-se para a capital espanhola. Agora que a questão ficou resolvida, o futebolista assegura que os mal-entendidos já foram esclarecidos e que todos no Manchester, incluindo o treinador, já perceberam as suas razões. "As pessoas não podem ficar aborrecidas por eu querer concretizar um sonho de infância. Soube que o Real estava interessado em mim e, segundo o que foi dito, havia uma oferta. Na altura desejei que o Manchester a aceitasse. Se não tivéssemos sido campeões da Europa, provavelmente não teria pensado em ir para Madrid. Nunca quis ir contra a vontade do Manchester", adiantou Ronaldo. O internacional português rematou dizendo que se dedica "a 100% ao seu clube" e que "no dia que sair, será com a consciência de que fez tudo para ajudar a equipa a ganhar".

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras