Nas Bancas

De férias no Algarve, Teresa d'Arriaga fala sobre a sua forma de estar na vida

Redacção Caras
21 de agosto de 2008, 00:00

Durante os primeiros dias de Agosto, Teresa d'Arriaga ruma para o Algarve com a família para aproveitar as águas quentes do Sul do País. Entre os dias de praia e as noites em que os jantares não têm horas, a especialista em cultura francesa carrega baterias para a vida na cidade. Apesar dos programas culturais serem a sua grande paixão, Teresa deixou a ópera de lado e dedicou-se aos mergulhos, sempre na companhia do marido, Fernando Guerra, e dos três filhos, Salvador e Carlota Wahnon, de 25 e 18, respectivamente, fruto do seu primeiro casamento, e Madalena, de 12 anos, da sua actual relação. A CARAS encontrou a trisneta de Manuel d'Arriaga na praia e conheceu o seu lado mais descontraído. - O Algarve é um destino obrigatório de férias para a sua família? Teresa d'Arriaga - Não é obrigatório, mas é com muito prazer que vimos para cá. A praia de Pine Cliffs é um verdadeiro paraíso e toda a minha família adora este sítio. - É um local privilegiado para estarem juntos... - Exactamente. Nas férias aproveitamos ao máximo a companhia uns dos outros. Gosto muito de andar a pé e nadar e os meus filhos também são muito desportistas. E não há tempo contado. - Precisa desse tempo para estar longe das pessoas que vê constantemente em Lisboa? - Preciso o mais possível. E aproveito para ter tempo para mim. Trago trabalho para adiantar, livros que quero ler. E gosto de ficar na praia a ver o pôr-do-sol, muitas vezes já sozinha no areal. Essa solidão dá-me imenso prazer. - Como é que mantém a sua excelente forma física? - Tento viver ao máximo o princípio de mente sã em corpo são. Estou muito envolvida na cultura, mas também fui educada a ter uma vida de desportista e ao ar livre. Penso que devo a minha forma física à genética do lado do meu pai. Tenho hábitos saudáveis, não bebo nem fumo e não faço noitadas. E faço ginástica, danças de salão e equitação. - A imagem preocupa-a? - Não me preocupa de forma obsessiva. Cuido da imagem, porque tenho auto-estima, mas é sobretudo fruto de disciplina e de um estilo de vida. - Tem medo de envelhecer ou tem orgulho na sua idade? - Tenho orgulho na minha idade. Ao longo dos anos, e com três gravidezes, consegui manter o mesmo número de roupa desde os 15 anos. - Mas a aparência também está, certamente, muito relacionada com a vida feliz que tem tido... - Toda a gente tem problemas e eu também os tive, mas sempre consegui ultrapassá-los com a minha alegria e enorme optimismo. Também sou corajosa e, acima de tudo, sou uma pessoa muito equilibrada. E tenho uma família muito harmoniosa, o que também ajuda. Sinto que passei o meu positivismo aos meus filhos. E se eles são pessoas felizes e com uma vida introspectiva tão profunda para a idade que têm, é graças aos valores que lhes transmito. A especialista em cultura francesa passou uns dias de descanso no Algarve com o marido e os filhos. "A imagem não me preocupa de forma obsessiva. Cuido-me, porque tenho auto-estima, mas é tudo fruto de disciplina." "Tento viver ao máximo o princípio de mente sã em corpo são." Casada há 15 anos com o dermatologista Fernando Guerra, Teresa é uma mulher feliz, que tem no bem-estar da família a sua prioridade. Um estilo de vida saudável é o que a tem ajudado a manter a boa forma. "Gosto de ficar na praia a ver o pôr-do-sol, muitas vezes já sozinha no areal. Essa solidão dá-me imenso prazer."

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras