Nas Bancas

Morreu o escritor Alexandre Soljenitsin

Morreu o escritor Alexandre Soljenitsin

Morreu o escritor Alexandre Soljenitsin

Nobel da Literatura em 1970, deu a conhecer ao mundo a crueldade soviética

Redacção Caras
5 de agosto de 2008, 00:00

O vencedor do prémio Nobel da Literatura, em 1970, com a obra O Arquipélago do Gulag, morreu no passado domingo, em Moscovo, devido a uma "insuficiência cardíaca aguda", avançou o filho de Alexandre Soljenitsin. O autor, de 89 anos, causou um grande impacto durante a sua vida, já que mudou em poucos anos e a nível mundial a percepção da tragédia soviética, bem como do terror causado por Estaline. O escritor foi um verdadeiro sociólogo da época em que viveu, descrevendo-a e usando a literatura como arma política, através da qual denunciou as atrocidades do regime soviético.De acordo com a mulher do autor d'A Casa de Matriona, Natália, Alexandre Soljenitsin morreu feliz, visto que "queria morrer no Verão e morreu no Verão. Queria morrer em casa e morreu em casa".O corpo do escritor, originário de uma família camponesa abastada, encontra-se actualmente em câmara ardente na Academia de Ciências, na capital russa, e o funeral realizar-se-á amanhã no cemitério do mosteiro de Donskoi, também em Moscovo.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras