Nas Bancas

Caetano Veloso cantou no Algarve pela primeira vez e mostrou-se encantado com o azul "inigualável" do céu

Caetano Veloso cantou no Algarve pela primeira vez e mostrou-se encantado com o azul "inigualável" do céu

Caetano Veloso cantou no Algarve pela primeira vez e mostrou-se encantado com o azul "inigualável" do céu

A noite do concerto recheou-se de estrelas para receber a estrela maior

Redacção Caras
31 de julho de 2008, 00:00

"Já sou velho em Portugal, mas nunca tinha vindo ao Algarve. O céu aqui é muito azul, igual, só no Arizona", elogiou Caetano Veloso no concerto que deu no último dia 25, no Grande Real Santa Eulália, no âmbito da programação do Allgarve. E se o céu tem um azul inigualável, como referiu, a noite do concerto recheou-se de estrelas para receber a estrela maior. Entre os êxitos que desfiou ao violão, o músico homenageou os 50 anos da bossa-nova com um tema de João Gilberto e pela primeira vez brindou Portugal com a sua versão em francês de La Mer, popularizada por Charles Trenet, nos anos 30. Após hora e meia de música, Caetano saiu do recinto deixando o público em êxtase. No final, a CARAS conseguiu aproximar-se do músico e mostrar-lhe fotos suas registadas ao longo da sua relação de mais de 20 anos com o nosso país. Caetano recordou com entusiasmo muitos daqueles momentos, que vão, por certo, continuar a repetir-se.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras