Nas Bancas

Joana Saraiva e Vasco Oliveira casam-se em Silves

Redacção Caras
28 de julho de 2008, 00:00

Desde que começaram a namorar, a arquitecta Joana Saraiva, de 28 anos, e o economista Vasco Oliveira, de 32, sabiam que um dia se casariam. Aconteceu cinco anos depois do início do namoro, perante 365 convidados. Como manda a tradição, a noiva entrou pelo braço do pai, Carlos Saraiva, na Sé de Silves, ao som de Avé Maria, de Shubert, perante o olhar atento de todos os presentes. Foi com um sorriso rasgado que Joana surgiu com um vestido branco em micado de seda com 39 metros e meio de renda nos folhos, e bordado à mão com cristais Swarovski, uma criação de João Rôlo, que permitiu à arquitecta e coordenadora do grupo CS sentir-se uma verdadeira princesa, como nos diria mais tarde. Ao contrário do que seria de esperar, era Vasco que estava mais nervoso, e foi na companhia da mãe, Maria Oliveira, que entrou na igreja e deixou transparecer a sua felicidade. "A ocasião fez-me sentir mais nervoso do que normalmente sou, [risos] mas estou muito feliz. Assim que vi a Joana fiquei muito sensibilizado, mas tive de me conter." Já Joana era a imagem da descontracção. "Estou muito feliz, mas não sou de ficar nervosa, até porque está tudo a correr conforme planeado. Sinto-me muito bonita com este vestido e o João fez exactamente tudo o que lhe pedi. É um amigo muito especial", explicou. Entre os convidados estava a relações-públicas Mituxa Jardim, amiga de longa data do pai de Joana, pelo que acompanhou a relação do casal desde o início. "Não são meus filhos, mas é como se fôssem, adoro-os. Eles são únicos em tudo, são almas gémeas." Depois do casamento, os convidados dirigiram-se para o CS Morgado Reguengo Resort, propriedade do pai da noiva, onde foram recebidos com um coquetel e surpreendidos com um grupo de cordas, composto por vários elementos, membros da Orquestra Nacional do Tejo. Cerca de uma hora depois, os convidados foram encaminhados para uma tenda branca decorada por Joana, em tons de castanho, laranja e creme, alusiva a Versalhes e inspirada na época de Maria Antonieta. Bibá Pitta e o marido, o médico Fernando Gouveia, tinham viajado propositadamente de Lisboa para partilhar com os noivos este dia, e foram, como é habitual, um dos casais mais animados. "Conheço-os há uns anos, são muito queridos e têm uma energia muito positiva. Tenho a certeza de que vão saber tirar partido do que é um casamento, onde cada dia é um passo, e vão ser muito felizes", revelou Bibá. Após o jantar, e para surpresa de todos, especialmente da noiva, Wanda Stuart surgiu mascarada, ao som de um dos temas dos Queen, e protagonizou um espectáculo muito aplaudido. "Queria muito que a Wanda cantasse na igreja, mas ela disse que não podia. Afinal, o Vasco já tinha combinado esta bonita surpresa...", explicava a noiva, ainda incrédula. A festa durou até de madrugada ao som do DJ Carlitos, que escolheu temas dos anos 80 e 90.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras