Nas Bancas

'After Show Party' foi preparada ao pormenor durante quatro dias

'After Show Party' foi preparada ao pormenor durante quatro dias

'After Show Party' foi preparada ao pormenor durante quatro dias

Uma equipa de 75 pessoas atarefou-se nos preparativos para a festa que se seguiu ao musical de Filipe La Féria

Redacção Caras
2 de julho de 2008, 00:00

A preparação da After Show Party Um Violino no Telhado, na Praça D. João I, teve início quatro dias antes da estreia e a azáfama prolongou-se até escassas horas antes do grande momento. Tal como aconteceu com as estreias de Jesus Cristo SuperStar e Música no Coração, a produção deste evento esteve a cargo da Cateri em parceria com a On The Road e a Silvestre Tendas, e o resultado foi, mais uma vez, surpreendente. Pensado ao detalhe, o percurso da passadeira vermelha até ao átrio do Rivoli foi decorado com telas do pintor russo Marc Chagall, sendo os 800 convidados acompanhados pela música de 70 violinos de alunos dos Conservatórios do Grande Porto. Para a esplanada, e de forma a fazer um contraste contemporâneo, a Cateri escolheu móveis com design de Philippe Stark. Tudo a pensar na ceia que seria servida após o musical. Para que nada falhasse, o produtor Carlos Medeiros contou com uma equipa de 75 pessoas. "Temos vindo a acompanhar o Filipe La Féria e sentimos a responsabilidade de dar continuidade ao que as pessoas vêem em palco", explicou, confessando: "Amo fazer estas produções, porque adoro musicais."

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras