Nas Bancas

Natalie e Henrique Sá Pessoa: "A Inês veio consolidar o nosso casamento"

Natalie e Henrique Sá Pessoa: "A Inês veio consolidar o nosso casamento"

Natalie e Henrique Sá Pessoa: "A Inês veio consolidar o nosso casamento"

Casados há cinco anos e com uma filha, o 'chef' e a mulher, australiana, conheceram-se em Londres

Redacção Caras
25 de junho de 2008, 00:00

Os ingredientes estavam prontos, mas nenhum dos dois o sabia. O universo tinha organizado a união de um português que sonhava com a grande cozinha e uma australiana que tinha decidido partir para conhecer o mundo. Em lume brando, trocaram as primeiras conversas na cinzenta cidade de Londres. Mas o fogo da paixão acabou por juntar Natalie e Henrique Sá Pessoa. Depois de uma passagem pela Austrália, o casal acabou por escolher Lisboa como o local ideal para dar mais consistência à relação. Aqui se casaram, há cinco anos, e hoje, com uma filha, Inês, de quase dois anos, o mais difícil é conciliar a vida profissional com a pessoal. Henrique é um dos chefs mais conhecidos do nosso país e ambiciona as tão afamadas estrelas Michelin para o seu Panorama, o restaurante do último piso do Hotel Sheraton que actualmente dirige. Ao mesmo tempo, tem um programa de sucesso na RTP2, Entre Pratos, e lançou recentemente, em parceria com Fernando Póvoas, o livro de receitas Legumes Sem Desculpas. Aos 31 anos, com vários prémios no currículo, Henrique Sá Pessoa é já uma referência da gastronomia nacional e, ao lado da mulher e da filha, deixa um conselho: "Todos os homens deveriam saber, pelo menos, dez receitas para poder conquistar uma mulher. Nada é mais romântico." Foi em sua casa, em Lisboa, que nos recebeu. - Lançou recentemente um livro que sugere refeições saudáveis. O Henrique deixa-se cair em tentação ou tem cuidado com a sua alimentação?Henrique Sá Pessoa - Cada vez mais me preocupo em fazer uma cozinha saudável. Eu próprio tenho cuidado com o meu corpo mas, mais do que isso, penso mais nas novas gerações. Olho, por exemplo, para a minha filha e sinto que posso ter um papel importante na criação de bons hábitos alimentares entre os portugueses. Pelo meu mediatismo e, principalmente, por entrar em casa das pessoas graças ao programa de televisão.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras