Nas Bancas

Eunice Muñoz galardoada com o prémio Mérito e Excelência

Eunice Muñoz galardoada com o prémio Mérito e Excelência

Eunice Muñoz galardoada com o prémio Mérito e Excelência

A actriz, com 67 anos de carreira, foi a homenageada deste ano pela Gala dos Globos de Ouro

Redacção Caras
12 de maio de 2008, 00:00

Eunice Muñoz, figura incontornável das artes em Portugal, afirma que não é tão ingénua "que não esperasse este prémio", algum dia chegaria a sua vez, todavia, o segredo era total e ficou surpreendida com a homenagem. A actriz, nervosa pela surpresa, não quis deixar de homenagear Francisco Pinto Balsemão, destacando a importância dos Globos de Ouro como um espectáculo que "revela muita gente nova". Deu mesmo o exemplo de Beatriz Batarda, actriz que qualificou de "muito talentosa", acrescentando mesmo que "vai ser uma actriz com muito peso" e "apesar de estar nos primeiros anos já demostra um grande domínio e grande talento". Eunice Muñoz fez também uma homenagem a Diogo Infante, quem considera um "grande actor" e "um homem de excepção" e por quem ficou muito feliz que tivesse ganho o prémio de Melhor Actor de Teatro. "A rapariga da Amareleja", como se difiniu, provém de uma família de actores e estreou-se nos palcos em 1941, ao interpretar o papel de Isabel na peça Vendaval, no Teatro Nacional D. Maria II. Seis anos mais tarde atingiria a consagração como actriz dramática em Frei Luís de Sousa. Em 1946 estreia-se no cinema, com o filme Camões, de Leitão de Barros. Interpretação pela qual ganhou o prémio do Secretariado Nacional de Informação para melhor actriz cinematográfica do ano. Nos anos 60 já Eunice Muñoz aparece frequentemente na televisão. Em 1991, a artista celebra 50 anos de Teatro. Para assinalar o momento decorreu uma exposição no Museu Nacional do Teatro e foi também condecorada pelo Presidente da República, Mário Soares, no palco do Teatro Nacional. Eunice Muñoz participou em dezenas de peças e vários filmes e telenovelas ao longo da sua carreira, mas foi em 2006 que a actriz representou pela primeira vez na casa a que deu nome, o Auditório Municipal Eunice Muñoz, em Oeiras, com a peça Miss Daisy, encenada por Celso Cleto.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras