Nas Bancas

Marco Paulo admite: "Sou um homem conservador"

Marco Paulo admite: "Sou um homem conservador"

Marco Paulo admite: "Sou um homem conservador"

A CARAS acompanhou a sessão fotográfica que o cantor fez para a capa do CD 'O Melhor de Mim'

Redacção Caras
24 de abril de 2008, 00:00

O estúdio situado na sede da Edimpresa - que edita a CARAS -, em Laveiras, está pronto. O fotógrafo Jorge Simão dá os últimos ajustes nas luzes, testa o flash e só espera captar o melhor ângulo. Marco Paulo, a personagem principal, ainda está ser maquilhado e é ao produtor João Ribeiro que cabe a escolha do guarda-roupa. Ele decide ainda a posição, dá conselhos sobre a forma como o cantor se vai sentar na cadeira e a forma correcta de pôr as mãos. No estúdio já se ouve Meus Últimos Beijos, um tema que o cantor gravou em 1999 e que, juntamente com outros êxitos, faz parte do best of O Melhor de Mim, lançado recentemente pela Som Livre e pela Farol. A CARAS aproveitou esta sessão fotográfica que Marco Paulo fez para ilustrar a capa do disco e acompanhou o momento em que o cantor se deixou levar pela boa-disposição e terminou com uma imagem bem descontraída: descalço e a cantarolar. Instantes quase raros no álbum de fotos do cantor. - Foi difícil convencerem-no a tirar os sapatos?- Foi um momento de diversão e de descontracção que não acontece normalmente. [risos] - Sim, habitualmente tem uma imagem clássica. Estas fotos descontraídas são as do homem que está por detrás da imagem que cultiva?- Sim, em casa sou bem capaz de andar descalço, mas claro que nos concertos e no dia-a-dia, em acontecimentos, ando mais formal. - É um homem conservador?- Sim, admito que sou... - Ainda se emociona com as manifestações de carinho?- Muito e sinto que as pessoas me aceitam como se fosse das suas famílias, como se lhes pertencesse. Sentem que eu faço parte da vida delas. Sempre gostei que as pessoas gostassem de me ouvir cantar.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras