Nas Bancas

Pediatra rejeita quantia angariada com a foto de Bruni

Pediatra rejeita quantia angariada com a foto de Bruni

Pediatra rejeita quantia angariada com a foto de Bruni

O médico Beat Richner não aceitou o dinheiro conseguido com o leilão da imagem nua da primeira-dama francesa.

Redacção Caras
14 de abril de 2008, 00:00

O pediatra suíço, que tem à sua responsabilidade vários hospitais infantis no Camboja, rejeitou os 58 mil euros angariados com a venda da fotografia de Carla Bruni. Segundo a imprensa local, o médico justificou a sua atitude em não querer o dinheiro "por respeito aos seus pacientes". Beat Richner explicou ainda que não quer que a sua instituição seja "misturada com o uso mediático da senhora Bruni. No Camboja, a nudez não é entendida como no Ocidente." " A imagem da primeira-dama francesa nua foi tirada por Michel Comte, em 1993, quando esta era modelo. A revista Le Matin Dimanche noticiou que o fotógrafo suíço convenceu o coleccionador Gert Elfering a doar o dinheiro conseguido com o leilão da imagem a uma causa humanitária.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras