Nas Bancas

Jennifer Abreu Loureiro, a quatro meses de ser mãe pela terceira vez: "É indiferente que seja menino ou menina"

Apesar de já ser mãe de dois rapazes e de não haver nenhuma menina no lado da família de Bruno, Jennifer não tem preferência de sexo e até diz que se fosse outro rapaz já estaria mais preparada.

Redacção Caras
27 de março de 2008, 00:00

Encara a vida sempre com um sorriso e não gosta de fazer planos. Por isso mesmo, foi com alegria que Jennifer Abreu Loureiro, de 31 anos, recebeu a notícia da sua terceira gravidez. A decoradora de interiores e o marido, Bruno Viterbo, já estão juntos há nove anos e, desde então, construíram uma relação baseada no respeito mútuo, no amor e na admiração que têm um pelo outro, sentimentos fundamentais para suportar a ausência de Bruno, que por questões profissionais se mudou para Nova Iorque no início do ano. Casados há sete anos, têm conseguido conjugar harmoniosamente as suas duas religiões - ele é católico, ela judia - na educação dos filhos, Lucas, de seis anos, e Tomás, de quatro. Grávida de cinco meses, Jennifer continua a trabalhar arduamente, e foi com muita satisfação que aceitou o convite para auxiliar o vencedor da campanha Coca-Cola Light Redecora a Vida dos Portugueses a remodelar a decoração da sua casa. - Como tem corrido esta gravidez? Jennifer Abreu Loureiro - Muito bem. Quando a pessoa está bem, tudo acaba por correr bem. Não tenho enjoos nem nada que se assemelhe, por isso está tudo a correr maravilhosamente. - Gosta de estar grávida? - [risos] Adoro. Não me posso queixar. - Foi planeado? - Acho que nenhuma criança o é, [risos] pelo menos nenhum dos nossos filhos foi planeado. Este foi um belo presente de Natal. - Ainda não sabem o sexo... Sendo que só há rapazes na família, preferiam agora uma menina? - Não, só queremos que seja saudável. Seja rapaz ou rapariga, para nós é indiferente, embora ache que haverá um lado positivo se for um rapaz: como já temos dois, já sabemos como lidar com eles. Isso também faria com que este bebé não se sentisse à parte dos outros dois, que, apesar de não serem gémeos, são quase como se fossem, devido à pouca diferença de idades, e, sobretudo, pela forma como se dão.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras