Nas Bancas

Longe do bulício das festas, Paula Bobone é uma dona de casa exemplar

Longe do bulício das festas, Paula Bobone é uma dona de casa exemplar

Longe do bulício das festas, Paula Bobone é uma dona de casa exemplar

A especialista em etiqueta e o marido, Vasco Bobone, receberam a CARAS na casa nova, em Cascais.

Redacção Caras
19 de março de 2008, 00:00

Esta é, sem dúvida, uma mulher que atrai os extremos: ou se gosta dela, ou se odeia. O seu forte sentido estético, muito notado nas roupas que usa nos eventos, ou até mesmo o humor apurado e a forma irónica como encara a vida, dão que falar e são, muitas vezes, alvo de críticas. Nada que incomode Paula Bobone, até porque, como a própria afirma, tudo isto é a sua adrenalina, até uma necessidade. Mas a verdade é que existem duas Paulas Bobone: a 'socialite', que gosta de marcar pela diferença, e a mulher dedicada e mãe presente. Foi um misto das duas que a CARAS foi conhecer na nova casa da especialista em etiqueta e do marido, o arquitecto Vasco Bobone, em Cascais, onde moram com a filha, Sofia, de 24 anos. - Longe das festas, é uma fada do lar?Paula Bobone - Sou, sou uma abelha-mestra. Em casa, gosto de resolver os problemas todos, ir às compras, fazer o almoço e o jantar, orientar a casa... mas também conto com a ajuda da minha fiel empregada de há mais de 30 anos, a Maria. - Afinal, quem é Paula Bobone, aquela que as revistas não nos dão a conhecer?- No fundo, sou pessoa igual às outras. Fora da vida social sou uma mulher de muito trabalho, dou aulas e escrevo livros com muita seriedade, leio imenso, estudo, ainda ajudo o Vasco nas pesquisas dele... Gosto muito de partilhar tarefas. Mas, por outro lado, sou um 'animal social' por excelência. Gosto muito da vida mundana, de ir às festas, de ver pessoas. Divirto-me imenso. E acho que estou muito bem nesse papel. - No social, gosta de dar nas vistas?- Há uma outra pessoa dentro de mim. Visto as minhas roupas provocantes e divertidas. Gosto de dar nas vistas, é para animar, faz parte, é a regra do jogo. Vamos aos sítios, a festas, temos de dar o ar de festa. E como é que o fazemos? Arranjando-nos à maneira e tentando contribuir para a estética do ambiente. Eu tenho um estilo pessoal muito afirmado, sou igual a mim própria. Sou única. Não gosto de ser igual às outras pessoas. Faço imensa questão de marcar a diferença.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras