Nas Bancas

Decoração: Mundo fantástico

Já chegaram a Lisboa as peças de um conjunto de criadores brasileiros que interpretam e comprovam a modernidade da obra artística de Rafael Bordallo Pinheiro, objetos com sotaque limitados a séries de 250 exemplares.

Redação CARAS
21 de outubro de 2013, 11:19

Em 2011, por ocasião da comemoração dos 125 anos da Fábrica de Faianças Artísticas Bordallo Pinheiro, sete artistas portugueses foram convidados a reinterpretar a obra de Bordallo, entre eles, Bela Silva e Joana Vasconcelos. O resultado foi uma coleção numerada e limitada a 125 exemplares à venda nas lojas Vista Alegre/Atlantis.
Potenciando o know how da iniciativa anterior e integrado no projeto Ano de Portugal no Brasil e Brasil em Portugal, 20 artistas brasileiros foram também ao encontro da obra do mestre, após terem efetuado residência artística na Fábrica das Caldas. A coleção limitada que daí nasceu foi mostrada no Brasil em exposições itinerantes (igualmente na loja Poeira do Rio de Janeiro) e agora está prestes a chegar a Portugal. Desta vez, as peças têm sotaque brasileiro, mas atestam a internacionalização, modernidade e sobretudo toda a riqueza pictórica do legado artístico de Bordallo.

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras