Nas Bancas

Decoração: Casa comprida

Uma idílica vila à beira-mar, em Vilanculos, Moçambique, apresenta uma releitura da expressão popular "casa comprida" e transforma uma experiência de férias de luxo numa viagem de intensidade espiritual.

CARAS Decoração
18 de setembro de 2017, 17:42

Os proprietários da Casa Comprida, Lloyd e Elizabeth, gostam de chegar de barco à cidade de Vilanculos, com os seus dois filhos adolescentes, depois de voar de Joanesburgo. "À medida que saímos do avião, podemos sentir o cheiro de Moçambique", diz Elizabeth. "É simplesmente incrível. No aeroporto, vamos de elevador até à praia. Então, literalmente, subimos as calças, atravessamos a água e saltamos para um barco que nos leva pela baía até à praia e até casa".
Inserida na envolvente natural idílica de uma vila à beira-mar, esta residência de férias, desenhada pelo arquiteto Andrew Makin, do ateliê Designworkshop:SA, é composta por uma série de pavilhões térreos independentes, ligados por um passadiço de deck de madeira, criando uma série de pátios e um esquema flexível: todos os espaços estão voltados para o oceano e abrem-se ao azul e verde da paisagem, podendo receber várias visitas ou apenas duas pessoas. "Queríamos o plano da sala extremamente aberto ao exterior para que, no bom tempo, se possa abrir tudo", diz Elizabeth.
A Casa Comprida é uma construção sobre palafitas (técnica arquitetónica escolhida pela sua adaptação ao meio ambiente), permitindo o avanço e movimento da duna com os ventos, as correntes oceânicas e reduzindo o impacto ambiental.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras