Nas Bancas

Decoração: Sem excessos

Na Ilha da Madeira, numa encosta com vista sobre a baía do Funchal, surge uma casa de família com 400m2 e uma decoração cuidadosamente repensada pelo arquiteto Dino Gonçalves.

CARAS Decoração
7 de fevereiro de 2014, 17:28

Localizada numa das encostas da Ilha da Madeira, proporcionando vistas fantásticas para a baía do Funchal, esta casa de família apresenta uma área de cerca de 400m, distribuídos por quatros pisos. "Trata-se de uma habitação comprada há mais de 15 anos, mas que se encontrava fechada com alguma decoração feita pelo proprietário", conta Dino Gonçalves, que explica por que recentemente foi chamado a intervir na composição dos interiores: "O meu cliente casou e decidiu viver nesta casa, adaptando-a à sua nova realidade. Vive com a esposa e o filho, um menino de cinco anos", nota.
A construção, com clara alusão à arquitetura tradicional da ilha, está, gentilmente, inserida na paisagem. "A estética é madeirense, com pedra de cantaria tradicional da Madeira, pavimento exterior em calçada madeirense e, no interior, soalho de tábua corrida de madeira, proveniente das serras locais. O projeto arquitetónico, de um ateliê do Funchal, aliou a construção e estética tradicionais à inovação e parte prática que a casa pedia", observa o designer de interiores.
Antes de colocar mãos à decoração, misturando peças novas com outras já existentes, Dino Gonçalves reconhece que tirou partido das potencialidades do espaço. "Embora com muitas escadas, a casa encontra-se muito bem desenhada para poder viver cada piso quase de maneira isolada. As áreas são grandes, com diversos espaços de arrumos"
Uma decoração confortável, com cores claras e detalhes, porém sem excessos. Foi assim que o proprietário descreveu o projeto que desejava ao designer de interiores. "Foi também pedido para, se possível, utilizar alguns dos móveis estilo inglês, já existentes na casa, e incluir vários tapetes persas comprados pelo cliente em tempos de solteiro", revela Dino Gonçalves, que, atendendo ao gosto do morador, optou por fazer uma leitura do espaço ao mesmo tempo clássica e contemporânea.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras