Nas Bancas

Decoração: Olhar sofisticado

Projeto, na Foz do Douro, no Porto, com interiores sóbrios e elegantes, assinados por Cláudia e Catarina Soares Pereira, do ateliê Casa do Passadiço.

Patrícia Rocha
27 de outubro de 2013, 13:00

Apartamento na Foz do Douro, Porto, com vista privilegiada sobre o mar e uma área com mais de 400m, distribuídos por salas comunicantes (estar e jantar), divisão das crianças, três suítes, cozinha e zona de serviço. A decoração dos interiores, espaços amplos que se estendem num só piso, ficou a cargo de Cláudia e Catarina Soares Pereira , da Casa do Passadiço: "Os proprietários são um casal jovem, com dois filhos pequenos, que pretendia uma casa ampla, prática, confortável mas simultaneamente requintada".
As profissionais destacam a importância dos materiais utilizados e esse foi o ponto de partida. "O projeto de decoração foi todo concebido a partir de uma escolha crite­riosa de tecidos, como sedas, linhos, peles e caxemiras, que, conjugados com madeiras nobres e materiais de alta qualidade, criam um ambiente elegante e sofisticado, onde o luxo está presente em cada detalhe", garantem. "A eleição dos materiais é crucial para o bom resultado do trabalho. A mistura certa de materiais e texturas, bem como o detalhe, pode fazer toda a diferença no ambiente"
Logo à entrada, no hall, evidencia-se a opção pela base neutra, compatível com o esquema de tons adotado e os pormenores de cor (caso da poltrona vintage, de Hans Wegner, forrada a seda verde esmeralda). "Privilegiámos o espaço e a escolha de peças de qualidade que convivessem em harmonia com as pratas e obras de arte. Uma casa de família que, embora vivida, preserva a qualidade", notam Cláudia e Catarina Soares Pereira. "Quisemos essencialmente criar um ambiente intemporal, com peças que perdurem no tempo, onde a família se sinta confortável". Mais, adianta a dupla, "quisemos que as nossas escolhas fossem essencialmente funcionais, atuais, mas simultaneamente intemporais. Por isso, as peças escolhidas, embora contemporâneas, são todas de linhas lisas, para resistir ao tempo".
Os espaços sociais, propícios para receber a família e os amigos, graças à quantidade de assentos, encontram-se integrados. Além do bom uso da luz natural, trazida para dentro dos ambientes pelas amplas extensões de vidro, o conforto mora em cada detalhe, nos objetos decorativos, em texturas e elementos, muitos com desenho da Casa do Passadiço (do mobiliário aos candeeiros): "Usámos peças e tecidos dos melhores editores internacionais, mas também peças custom-made, criadas em exclusivo para o projeto". Este reflete, antes de mais, os gostos dos proprietários, mas também a filosofia, exigência e as prioridades no trabalho desenvolvido pela Casa do Passadiço.
Embora assinem espaços públicos, Catarina Rosas, Cláudia e Catarina Soares Pereira, da Casa do Passadiço, são especializadas em projetos residenciais, criando interiores de qualidade, sofisticação, luxo, conforto e equilíbrio, como é o caso deste apartamento. "O ateliê é conhecido pelo seu rigor estético, sinónimo de elegância, luxo subtil e intemporalidade. O uso adequado do espaço e da luz, a escolha criteriosa dos melhores materiais, texturas, objetos refinados e obras de arte resultam numa combinação elegante e sofisticada", afirmam as profissionais, galardoadas há um ano, em Londres, com o Prémio International Property Awards, na categoria de Best Retail of Europe (melhor desenho de loja) e que acabam de receber, em Los Angeles, o prémio International Design Awards, na categoria de Design de Interiores.

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras