Nas Bancas

Decoração: Ordem visual

Em Guimarães, um apartamento de 170m2, feito à medida de um casal que privilegia espaços amplos e a mescla de estilos, linhas contemporâneas e traços clássicos. Projeto de Francisco Neves.

Patrícia Rocha
27 de janeiro de 2012, 15:57

Este apartamento, de tipologia T3, com uma área de 170m, no coração de Guimarães, é a habitação permanente de um casal, com filhos já independentes. O projeto de decoração dos interiores foi entregue a Francisco Neves, da 5 Janelas, que desenhou mobiliário exclusivo, integrando, no entanto, algumas peças e obras de arte dos proprietários.
A sala comum conta com zonas de estar, refeições e jogo/lazer, "esta última uma exigência do morador", revela o profissional. Nas áreas íntimas, encontram-se três quartos, "dois dos quais para receber os filhos do casal".
A sensação de harmonia e ordem visual é comum a todos os ambientes, sendo o resultado da correta distribuição dos móveis e do jogo de simetria, linhas retas e desenho contemporâneo com peças clássicas, um contraste que suaviza a atmosfera formal, além de a atualizar.
Na sala comum, note-se que o sofá, com padrão geométrico, em tecido da Kravet, está centralizado em relação ao volume branco suspenso, desenhado por Francisco Neves, para receber tanto a lareira como a TV. Nas laterais, sofás, com tecido liso, da Gastón y Daniela, junto a candeeiros de pé, da Serge Mouille, brincam com a simetria, assim como as duas mesas orientais, em laca preta, e os apliques duplos, em inox polido, que ladeiam a janela.
A aposta num tapete de generosas dimensões, 3,80x8m, em seda, no tom castanho-chocolate, a ocupar as zonas de estar e jantar, revelou-se certeira, tal como a mesa de centro, da 5 Janelas, que ajuda a reforçar a sofisticação do clássico devido à sua superfície espelhada. Neutra, cria a sensação de profundidade.
Para fugir um pouco à simetria e tornar a base clássica mais leve, optou-se por brincar com os diferentes volumes das peças e adicionar alguns apontamentos de cor, caso das faianças, no tom verde, das almofadas decorativas, com padrão floral, ou do acrílico sobre tela, com assinatura da artista Engrácia Cardoso.
Ao fundo, à entrada da sala, vê-se a zona de jantar, usada como referência para o alinhamento dos móveis, tanto da área de estar como da de jogo. As cadeiras, estilo Art Déco, inserem a referência tradicional, aqui levemente 'quebrada' pelo tecido contemporâneo da Kravet. A mesa de refeições e o aparador, em pau-santo, desenhados pelo decorador, aliam-se ao inusitado candeeiro de suspensão, com iluminação Led, criando uma mistura elegante e sofisticada.
Funcional e aconchegante, a área de jogo, integrada na sala, vai ao encontro dos anseios do proprietário, convidando a momentos de lazer e descontração. Aqui, coube ao decorador traduzir esse sonho, optando por dar um toque de natureza trazendo a fibra natural para a parede, através do papel. A mesa, redonda, em pau-santo, de alto brilho, com desenho de Francisco Neves, e as cadeiras Art Déco, condizem com a estética de todo o ambiente de estar, permitindo ainda uma circulação confortável.
Sobre o piso, em madeira clara, sempre elegante, o tapete, no tom castanho-chocolate, ajuda a reforçar o calor e requinte do ambiente, além de limitar o espaço de jogo.
“A decoração, clássica contemporânea, foi feita a pensar no conforto, estética e funcionalidade do espaço”, conta Francisco Neves. “É um apartamento para ser vivido tanto pelos proprietários como pelos familiares e amigos, traduzindo-se num percurso por toda a casa”, prossegue, assumindo, para tal, entre outras opções, a utilização de materiais nobres, como pau-santo, sedas e tecidos “com texturas encorpadas e suaves”.
Além de dar as boas-vindas a quem entra, o espaçoso hall, com pavimento em mármore Travertino, reflete, desde logo, o estilo da casa e deixa antever o modo de vida e gostos dos moradores, sendo o ponto de distribuição das divisões, entre elas a chamada cozinha paralela, distribuída em corredor, com armários em faia natural, zona para refeições ligeiras, com bancos Charles Ghost, de Philippe Starck, e estore, em linho, da Pierre Frey.
A zona de acesso aos quartos ganhou amplitude graças às frentes do roupeiro revestidas a espelho, solução que dá um toque de sofisticação. Frente aos espelhos, a arca oriental, com base lacada a preto, de alto brilho, acaba por não 'pesar' no ambiente. Os dois quartos de hóspedes, reservados aos filhos do casal, não diferem entre si, seguem a mesma linha e tons sóbrios, com cama revestida a camurça, almofada, com padrão floral, da Ralph Lauren, e manta, em pele de cordeiro, da 5 Janelas.
Apaixonado por cinema, o casal dispõe de um recanto para assistir a filmes sem precisar de sair da suíte. Colocada sobre a cómoda, em pau-santo, de alto brilho, desenhada por Francisco Neves, a TV encontra-se, quando não está a ser usada, oculta por um espelho.
Estrategicamente colocadas aos pés da cama, as poltronas vintage, em madeira escura, com estofo em veludo canelado da Manuel Canovas, asseguram o conforto dos cinéfilos.
Neste ambiente de dormir, onde traços modernos e detalhes clássicos se cruzam, é inevitável não destacar a imponência e o lado romântico do espelho, envolto numa moldura em talha dourada, lembrando o barroco, que ocupa parcialmente uma das paredes, atribuindo personalidade e reforçando a mescla de estilos.
“O resultado de todo este projeto é fruto da boa comunicação com os proprietários”, remata Francisco Neves.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras