Nas Bancas

Decoração: Redecorar

Um apartamento recebeu nova roupagem com a recuperação de mobiliário caído em desuso.

CARAS Decoração
26 de junho de 2016, 17:00

Rita Ferreira, a proprietária deste apartamento, achou que tinha chegado o momento de renovar a sua casa aplicando um conceito cada vez mais em voga, que por razões de ordem económica ou sentimental promove a preservação de mobiliário presente no património das famílias há várias gerações.
A ideia é valorizar o que as pessoas possuem em suas casas, mobiliário caído no esquecimento ou que se encontra guardado e sem utilidade. As vantagens são imediatas. Além da poupança económica evidente, preserva-se o valor sentimental dos objetos, neste caso, em particular, Rita Ferreira resolveu recuperar e conferir novas roupagens a parte do mobiliário pertença de uma avó: "Através de um novo layout para objetos já existentes, transformei a casa num espaço mais acolhedor e confortável", refere, "pequenas alterações que podem fazer a diferença na forma como estamos em casa e dela usufruímos, agora com conforto e muito mais criatividade", sublinha.

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras