Nas Bancas

Marca de refrigerantes retira anúncio protagonizado por Kendall Jenner e pede desculpa ao público

Pepsi acusada de desvalorizar os problemas políticos e sociais dos Estados Unidos.

CARAS
7 de abril de 2017, 15:27

“A Pepsi estava a tentar difundir uma mensagem global de unidade, paz e compreensão. Claramente falhámos o objectivo, e pedimos desculpa. Não quisemos trivializar nenhum assunto sério. Vamos remover o conteúdo e cancelar outros actos de divulgação. Pedimos também desculpa a Kendall Jenner pela posição em que a colocámos”, pode ler-se no comunicado emitido pela marca de refrigerantes após onda de críticas ao seu mais recente anúncio, protagonizado pela irmã de Kim Kardashian.
No vídeo fortemente atacado nas redes sociais e entretanto retirado de todas as páginas oficiais da marca, Kendall Jenner oferece uma lata do conhecido refrigerante a um polícia durante um protesto, gesto que põe fim à tensão entre agentes da autoridade e manifestantes.
O público viu o anúncio como uma forma de desvalorizar o momento de tensão política que se vive atualmente nos Estados Unidos e os protestos que se têm feito nos últimos meses em defesa dos direitos das mulheres e contra a violência policial contra cidadãos negras, entre outras causas que têm levado os americanos às ruas.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.