Nas Bancas

Amigo de George Michael culpa as drogas pela morte do cantor

Andros Georgious revelou em entrevista à BBC que, nos últimos meses, George Michael tinha voltado a consumir as suas drogas preferidas: crack e cocaína.

CARAS
18 de janeiro de 2017, 10:34

Depois Michael Lipman, agente do cantor, revelar que o ícone da música pop mundial tinha morrido vítima de falha cardíaca, veio agora Andros Georgious a público esclarecer que o músico tinha voltado a consumir crack e heroína nos últimos meses. Estas drogas, misturadas com o consumo de álcool e antidepressivos, terão ditado a morte de George Michael.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.