Nas Bancas

Michelle Obama triste por deixar a Casa Branca: "apetece-me chorar"

São oito anos como primeira-dama que vão deixar saudades.

CARAS
12 de janeiro de 2017, 18:03

Michelle Obama foi ao The Tonight Show, apresentado por Jimmy Fallon, para aquela que é a sua última aparição enquanto primeira-dama dos Estados Unidos.
Glamorosa como sempre, de vestido preto e botas prateadas, a mulher de Barack Obama recebeu até uma serenata na voz de Stevie Wonder e falou de como se está a sentir a dias de deixar a Casa Branca. "Apetece-me chorar. Não pensei que fosse tão emotivo. Pensei que oito anos eram suficientes", admitiu, revelando que toda a família Obama se sente emocionada com a partida.
A ainda primeira-dama falou também do discurso de despedida de Barack Obama, sublinhando que, apesar das lágrimas do marido, conseguiu conter-se. O mesmo não aconteceu com a filha de 18 anos, Malia. "Ela olhou para mim e disse-me que ia chorar durante o todo o discurso do pai. Eu disse-lhe que não fazia mal", contou.
Como já tinha afirmado antes, Michelle garantiu que está totalmente disponível para ajudar a família Trump a adaptar-se à nova realidade. "As famílias precisam de ser protegidas nisto. Nós estamos disponíveis para os ajudar, se quiserem", concluiu a primeira-dama, que ao longo dos mandatos do marido sempre teve um papel ativo, nomeadamente na defesa de um estilo de vida saudável para as crianças de forma a combater o problema da obesidade nos Estados Unidos.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.