Nas Bancas

Sem Título.png

DR

30 anos depois, assinala-se o incêndio do Chiado

O incidente marcou a vida da capital no verão de 1988 e muitos portugueses recordam-se do sucedido.

CARAS
25 de agosto de 2018, 15:38

Passaram 30 desde que um grande incêndio devastou o Chiado, situado no coração de Lisboa. O incidentes deflagrou nos extintos Armazéns Grandella a 25 de agosto de 1988 e chegou a ser considerada a pior catástrofe que atingiu a capital portuguesa no século XX.

Na década de 1980, aquela zona de Lisboa era praticamente inabitada, motivou pelo qual morreram 'apenas' duas pessoas, uma das quais um bombeiro que combatia o incêndio.

A cidade é hoje diferente da época e o turismo a sua imagem de marca.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras