Nas Bancas

0.jpg

D.R.

Espanhol desmente a sua própria morte nos atentados de Paris

Alberto Pardo estava em Estrasburgo quando os ataques ocorreram, mas o seu nome constava na lista de vítimas mortais publicada pelo El País.

CARAS
16 de novembro de 2015, 17:15

Alberto Pardo, de 34 anos, está a viver em França há três anos e o seu nome constava na lista de vítimas mortais do atentado no Bataclan, em Paris, na passada sexta-feira, 13 de novembro. Uma notícia que surpreendeu o próprio, já que se encontrava em Estrasburgo a passar o fim de semana quando tudo aconteceu e ficou a saber da sua suposta morte através do Facebook, onde também a desmentiu. Nessa altura, já as autoridades tinham informado a sua mãe, Pilar Touceda.
Com algum sentido de humor, perante as mensagens de condolências de familiares e amigos, o politólogo galego escreveu: "Pois não sei... Eu estou a ver-me a mim mesmo por isso diria que estou vivo... Mas se continuam a escrever coisas tão bonitas sobre mim talvez tenha de morrer para não vos deixar ficar mal... Além disso, se foi o El País que disse tem que estar correto".

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras