Nas Bancas

Barack Obama

Barack Obama

Getty Images

Obama fala sobre as explosões em Boston: "Ainda não sabemos quem fez isto e porquê"

As explosões desta segunda-feira na Maratona de Boston causaram pelo menos três mortos e 100 feridos.

Lusa
16 de abril de 2013, 11:21

O presidente norte-americano, Barack Obama, afirmou hoje que desconhece a autoria e a intenção por detrás das explosões registadas na maratona de Boston, que causaram pelo menos dois mortos e cerca de uma centena de feridos.
"Ainda não sabemos quem fez isto ou porquê. As pessoas não podem tirar conclusões precipitadas antes de termos todos os factos", sublinhou o presidente norte-americano algumas horas depois de terem ocorrido duas explosões naquela prova de atletismo em Boston.
"Ainda não temos todas as respostas, mas sabemos que muitas pessoas ficaram feridas e com gravidade (...) Iremos até ao fundo e descobriremos quem fez e porquê", sublinhou Obama, indicando que o nível de segurança foi reforçado no país.
Talibãs do Paquistão negam qualquer envolvimento
Os talibãs do Paquistão, que reivindicaram o atentado falhado em Times Square (Nova Iorque), em 2010, negaram qualquer envolvimento com as explosões que causaram na segunda-feira, pelo menos, três mortos e mais de 100 feridos em Boston.
"Acreditamos nos ataques aos Estados Unidos e seus aliados, mas não estamos envolvidos neste ataque", disse o porta-voz dos talibãs do Paquistão (TTP), Ehsanullah Ehsan, citado pela agência AFP.
As explosões ocorridas durante a Maratona de Boston, um dos principais eventos desportivos dos Estados Unidos, que causaram também mais de 100 feridos, colocaram cidades como Nova Iorque, Washington e Los Angeles em estado de alerta, bem como o Japão e França.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras